sábado, 18 de maio de 2013

Viagem de maio: Bento Gonçalves...

Bento Gonçalves

Olááá, um pouco atrasada, mas aqui estou para relatar a viagem de maio do projeto "Uma viagem por mês"... O lugar escolhido para o mês de maio foi Bento Gonçalves, no RS. Por que BG (intimidade...)? Porque daria para unir corrida e viagem, afinal, haveria a Wine Run. Sendo assim, vamos voar... 

Bom, quase não conseguimos voar, já que no dia da partida, o tempo estava um horror e o aeroporto de Porto Alegre (POA), estava fechado... A preocupação era que nós tínhamos o transfer para BG às 11h. Resumindo: saímos do GIG com uma hora e meia de atraso. E como o mundo é muito pequeno, eis que encontro Jorge Ultramaratonista na entrada do avião e ainda sentamos super próximos... Chegamos às 11h em ponto a POA, depois de ficarmos dando voltas e voltas no espaço aéreo, aguardando o aeroporto abrir de novo... 

Como o nosso voo atrasou, o voo de outras pessoas que pegariam o mesmo transfer também atrasou. Menos mal... Mais uma hora e meia de viagem e chegamos a BG.

Após instalação no hotel, com direito à espumante de boas vindas, fomos almoçar. Meu companheiro de viagem ficou descansando e eu fui buscar o kit. "Andei, andei, andei, até encontrar...". Depois de andar "um pouquinho", já que me deram informações erradas, cheguei ao hotel onde estava sendo a entrega dos kits. 

Bem recheado o kit, inclusive com uma garrafa de vinho... Lá, conheci um corredor daqui do Rio também e ele me mostrou o centro da cidade. Aproveitei para passar no centro de informações ao turista para pegar mais informações e, nossa, fiquei encantada com a receptividade das pessoas. Com um mapa, a vida é muito mais fácil. Fui conhecer a Igreja de Cristo Rei, uma igreja em estilo Gótico que havia lido que era imperdível.

Igreja de Cristo Rei

Como era próxima do tal do Pipa Pórtico, fui lá ver e, na boa, um portal de entrada da cidade que não tinha nada de especial... Mas, tudo bem, tudo é válido nessa vida...

Pipa Pórtico

Voltei ao hotel, me arrumei e fomos ver a palestra sobre vinhos... Como a palestra anterior atrasou, ficamos esperando e aproveitamos para beber sucos de uva. Sucos, sim, porque foram várias amostrinhas que experimentamos...

Congresso Técnico Wine Run


Desistimos da palestra e fomos ao jantar de massas. Foi até bem melhor do que eu pensava.

Dia da Corrida

O café foi servido mais cedo no hotel (isso foi excelente) e pude me aprontar com calma para esperar o ônibus que nos levaria até a largada. Encontrei com o corredor do dia anterior e com um outro do Chão do Aterro.


Wine Run Bento Gonçalves

Largada dada, vamos que vamos... Achei que seria uma prova mais de chão de terra batida, mas não foi bem assim... Peguei muito asfalto, paralelepípedo...

Wine Run Bento Gonçalves

Terra que era bom, nada... Só nos momentos finais. Isso foi ruim porque eu fui com o tênis de trilha, ou seja, fica ruim correr com ele nesses pisos... No km 4, surge uma subida "fenomenal". Foi muito engraçado, porque estávamos vindo numa reta e quando fizemos a curva, a imagem era assustadora: uma subida alucinada... Vencida essa etapa, não teve mais nada tão sinistro. 

Não achei a paisagem super mega espetacular como é veiculado pela propaganda. De repente, por eu não ter feito o trajeto todo, pode ser que a segunda parte seja mais bonita, já que passa na vinícola Miolo e tals. Entreguei o chip e Maurit continuou a saga da equipe Belo Tur... Enquanto isso, eu peguei o ônibus que levava até a chegada. 

Depois de garantir a medalha e comer uma massa que estava sendo oferecida, começou a brincadeira: FESTA DO ESPUMANTE!


Wine Run Bento Gonçalves

Wine Run Bento Gonçalves

Wine Run Bento Gonçalves

Eu não bebo, mas naquele dia eu bebi, e MUITO! E o mais interessante: não fiquei tonta e nem bêbada... Medo... Depois de aproveitar bastante, voltamos ao hotel e fomos almoçar. À noite teve o jantar especial no restaurante Canta Maria. Bom, para quem for nas próximas edições, não indico. Comida super restrita. Até o garçom estava reclamando, dizendo que aquilo não era um evento legal. Fica a dica...


Restaurante Canta Maria

Trem do Vinho Bento Gonçalves

No domingo, pude acordar tarde, tomar café de manhã com calma e em paz e sair com calma também para o passeio no Trem do Vinho. Como cheguei cedo lá, fui ver a tal da Epopeia Italiana que é do lado da estação. É uma representação de que como foi a chegada dos imigrantes italianos e dos fundadores de BG. NÃO INDICO DE JEITO ALGUM... Achei super fraca a apresentação, a mulher só gritava... Ao final da apresentação, tem pãozinho e vinho (ou suco de uva...).

O Trem partiu às 14h. Ele sai de BG, para em Garibaldi por 15 minutos e termina em Carlos Barbosa. Antes da partida, você pega uma taça e já pode começar os "trabalhos" com suco de uva e/ou com vinho. 

Ao longo do percurso, ocorrem apresentações de grupos típicos. Em Garibaldi, as opções são espumante e/ou suco de uva... Em Carlos Barbosa, não houve nem vinho, nem espumante e nem suco de uva. Peguei o ônibus e voltei para a estação de BG. 


Trem do Vinho

Trem do Vinho

Trem do Vinho

Trem do Vinho

Trem do Vinho


Para chegar a POA, fomos de ônibus até a rodoviária e de lá ao aeroporto... Madrugada feliz, nas cadeiras "confortáveis" do aeroporto e com 6 horas de espera... Mas, como disse, tudo é válido... 

Chegamos ao Rio às 8h30, no dia daquela chuva que deu um nó no trânsito... Consegui chegar a minha casa após 1 hora de engarrafamento, mas como não era dia de trabalhar, pude ficar em paz e fazer um treininho leve para não perder o ritmo, né? He he he...

A próxima? Aguarde daqui a duas semanas...


Super beijo

Carolina

Assine nossa newsletter
Assine nossa newsletter

Está programando uma viagem? Então, compre suas passagens aéreas através dos banners dos parceiros (LATAM e Avianca) do blog Viajar correndo. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a receber uma comissão.

_Promo USA 728x90


Aproveite e reserve também seu hotel através do Booking.com. Clique no banner abaixo e faça sua reserva facilmente...



Pesquise e alugue seu carro através da Rentcars.com. Clique no banner abaixo e consiga as melhores ofertas!

Viajar correndo

Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...