16 junho 2013

Peru, parte I

Peru

Hoje é dia de relatar nossa viagem ao Peru. Ela foi em maio de 2013, mas tantas coisas aconteceram de maio para cá que fiquei super atrasada com as postagens. Vou escrevendo aos poucos porque muitas coisas precisam ser ditas...

Para começar, a viagem de maio para o projeto “Uma viagem por mês” seria apenas Peru. No entanto, tive uma surpresa e agora contabilizo mais uma em junho com apenas dois dias de diferença da chegada do Peru. Então, prontos? Arrumem as malinhas para voarem comigo...


Vamos começar por Peru, uma viagem programada desde dezembro de 2012, o que me rendeu muitos panetones na promoção de Natal do Via Parque Shopping, ha ha ha... 

Vou escrever até o dia do Vale Sagrado para não enjoar vocês e Machu Picchu virá no post seguinte...

Partimos em um horário péssimo na madrugada (mas que não superou Dubai, claro...). Achei as cinco horas de voo muito demoradas (e isso me irritou um pouco). Mas é porque eu estava acordada direto desde o dia anterior, tinha treinado forte e trabalhado manhã, tarde e noite... 

Lima

Lima nos deu uma impressão estranha em um primeiro momento, mas, depois que dormimos, tudo passou a ser lindo. O motivo era mesmo a falta de sono...

No primeiro dia, já fomos fazer o city tour que, para alguns do grupo Belo Tur, foi um passeio chato e entediante.

Plaza Mayor Lima
Na Plaza Mayor...

No dia seguinte, na hora do café da manhã, passamos pelo treinamento de terremotos.  A cidade inteira passou por isso. A gente descobriu na hora do café da manhã. Foi muito engraçado, o que, na realidade de uma situação assim, não deve ser...

Treinamento para terremotos
Em frente ao hotel, esperando o treinamento terminar...

Depois, fomos conhecer o bairro de Miraflores e visitamos o Mercado Inca. Isso, na verdade, é um monte de lojinhas que vendem aqueles produtos típicos que não são nada típicos... Mas é válido...



Mercado Inca
Mercado Inca...

À tarde, fizemos o passeio pelas ruínas de Pachacamac, onde os Incas sacrificavam as virgens para obterem chuva... Segundo o Marcio, nós fomos as virgens devolvidas, ha, ha, ha... 


ruínas de Pachacamac
 Pachacamac



À noite, fui treinar (ainda bem, porque depois não rolou... A pessoa passou mal, foi uma pobreza...). 

Jantamos em um lugar horroroso de comida chinesa e tivemos uma longa noite porque foram nos buscar às 3h30 para viagem até Cuzco

O aeroporto foi o lugar escolhido para o sorteio do nosso amigo oculto... Adorei essa ideia de Marcia...


Aeroporto de Lima
Amigo Oculto no aeroporto

Cuzco

Chegamos a Cuzco às 9h e enchemos a cara de chá de coca. 

A gente tinha que ter descansado, mas o passeio seria à tarde e fomos. Uma sensação estranha, de palpitação, de dor de cabeça, de enjoo e uma dificuldade de respirar fenomenal... 

Aí eu acreditei no tal do mal das alturas (chamado de Soroche) e as minhas aulas sobre pressão e altitude serão muito melhores a partir de agora, he he he he... 

Conversando via Face com Fabiana, que coincidentemente também estava lá, ela indicou as soroche pills, que eu nem sabia que existiam (mas que depois usei na minha viagem ao Deserto do Atacama). Mas aí já era tarde... O mal já estava feito...

Chá de Coca
Chá de coca...

O passeio da tarde foi aos templos incas de Saqsaywaman, Qénqo, Pukapukara e Tambomachay. Esse é o templo da água, muito lindooooo... A subida até ele foi algo quase mortal de tanta falta de ar...

Depois fomos ao Convento de Santo Domingo Del CuscoQorikanchaEm seguida, Catedral... Como era a semana do Corpus Christi, tinham muitos santos em andores decorados. No entanto, não podíamos tirar fotos deles, já que as fotos eram proibidas...

Saqsaywaman
 Saqsaywaman

Qéngo
 Qénqo

Tambomachay
 Tambomachay

Pukapukara
Pukapukara

Altitude
Por que será que eu estava doidona?

No dia seguinte, fomos ao Vale Sagrado. Mas antes, paramos em Chinchero para ver como eram feitas as roupas de lã. Eu acho esses momentos tristes, mas enfim... Cada um tem a sua vida, né?

Chinchero


Chinchero

De lá, fomos a ruínas de Chinchero, mas devido a um probleminha, não pude apreciar a igreja e nem as explicações, he he he he...

Chinchero
Chinchero

No Vale Sagrado, almoçamos no restaurante Tulupa que é muito bonito, com música típica dos Incas e lhamas pastando ao lado do Rio Urubamba (que forma o Amazonas, olha que emoção). 


Restaurante Tulupa
Restaurante Tulupa 

Vale Sagrado
 Lhamas no "jardim" do restaurante...


Visitamos o Parque de Ollantaytambo. Uma coisa meio surreal, que foi construída com pedras vindas de uma jazida a kms de distância e cortadas perfeitamente com o uso de hematitas... 

Bom, eu sei que hematita contém ferro, eu tenho vários cordões e pulseiras dela, mas, na boa... Cortar em ângulos retos perfeitos e pedras enormes com um pedaço de hematita? Deixa para lá...

Ollantaytambo
 Ollantaytambo

Ollantaytambo
 Ollantaytambo

Cochonilha
 Cochonilha, um inseto que dá a coloração vermelha das lãs. Minha "amiguinha" Ângela quis estourar na minha mão (mais uma criança adorável que conheci...).

Ficamos no hotel Hacienda Del Valle. O lugar é um oásis no deserto: ninguém imagina que naquele local há um hotel tão maneiro assim... 


 Hacienda Del Valle
 Hotel Hacienda del Valle


 Hacienda Del Valle
Hotel Hacienda del Valle 


Tourinhos que representam a sorte
Tourinhos que representam a sorte são colocados nos telhados das casas.

Descansamos para a viagem do dia seguinte: Machu Picchu...

Super beijo

Carolina

Assine nossa newsletter
Assine nossa newsletter

Está programando uma viagem? Então, compre suas passagens aéreas através dos banners dos parceiros (LATAM e Avianca) do blog Viajar correndo. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a receber uma comissão.

_Promo USA 728x90


Aproveite e reserve também seu hotel através do Booking.com. Clique no banner abaixo e faça sua reserva facilmente...



Pesquise e alugue seu carro através da Rentcars.com. Clique no banner abaixo e consiga as melhores ofertas!

Viajar correndo

Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search