terça-feira, 18 de junho de 2013

Peru, parte II

Machu Picchu

Demorei um pouquinho, novamente, porque a vida está uma correria só. Não só em relação ao treinamento para a Maratona do Rio (que já está tocando a campainha), como também pelo encaminhamento da vida em si. Mas... O importante é que estou aqui para a segunda parte da viagem ao Peru e talvez para iniciar sobre a "viagem bônus" de junho...

Partimos no trem das 8h e a viagem foi bem tranquila, visualizando as montanhas cobertas de neve (lindasssss...) e o rio Vilcanota. Chegando a Águas Calientes,  encontramos nosso guia e já partimos para o ônibus que nos levaria a Machu Picchu... 

Chegar foi uma emoção. Carimbar o passaporte com Machuppichu mais ainda. Tudo bem, é algo simbólico, mas eu AMO essas coisinhas... 

Machu Picchu

O passeio por Machu foi muito bom, tivemos explicações bem detalhadas e tiramos milhões de fotos (só uma que vi uma menina tirando e não pude fazer igual porque não daria tempo. Fiquei só com o "brilho da inveja" mesmo, ha ha ha ha). 

Eu estava muito atenta para ver se teria alguma experiência transcendental, porque Alexandre tinha me alertado sobre isso, mas não... Não tive nada de transcendental. Só em uma hora que atravessamos uma porta que eu senti um mega arrepio e uma vontade forte de chorar. No entanto, achei melhor "segurar a onda"... De resto, foi tudo tranquilo... Após duas horas e mais um pouco (quase três horas) de passeio, descemos, almoçamos e fomos à estação pegar o trem de volta.

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

Dica Belo Tur (e dos participantes dessa última viagem também!): Se puderem, fiquem um dia em Águas Calientes e voltem a Cuzco no dia seguinte. Não vai ser tão cansativo assim...

Cuzco

Chegamos só à noite (umas 21h) no hotel. E posso até dizer que tivemos sorte, porque um ônibus que havia saído antes do nosso havia quebrado na estrada. Então, as pessoas desse ônibus devem ter chegado mais tarde ainda aos seus hotéis...

No dia seguinte, acordamos tarde (8h) e tomamos café em paz... Fomos andar pela cidade e o primeiro lugar foi o Mercado São Pedro... Bom... O lugar é onde os locais fazem suas compras, mas também tem lembrancinhas... Tudo SUPER barato. Cara, para eu falar que uma coisa está em um preço bom é porque está mesmo, né? Ha ha ha ha... 

No entanto, o cheiro do mercado começou a me enjoar tremendamente. Precisei ficar do lado de fora enquanto meus amigos se deliciavam com as imensas possibilidades de compras... Fiquei triste, porque, afinal, eu não compro, mas adoro ver os outros comprando, ha ha ha ha...

Mercado São Pedro

Mesmo assim, continuei andando com o pessoal depois que eles saíram do Mercado e resolvemos fazer o passeio com o bus sightseeing. Foi bom porque estava me sentindo MESMO muito mal. Depois de 1h30m de passeio, resolvi voltar ao hotel para não atrapalhar meus amigos. Segundo Marcia, eu estava era com fome e, por isso, fomos comer...

Ônibus Hop on Hop off Cuzco

Ônibus Hop on Hop off Cuzco

No entanto, não era só isso, infelizmente... Tive muita febre e vomitei horrores o resto do dia. Fiquei deitada, me entupindo de Dipirona (levo uma mala mega de remédios, mas eu não tinha justamente esse. Obrigada Débora e Alessandra...). Só no dia seguinte consegui ficar sem febre. E já era dia de voltar a Lima... Graças a Deus, voltar ao nível do mar...

Lima

Chegamos a Lima às 15h, fomos logo almoçar/jantar em uma padaria super sensacional chamada Don Mamino. Comi uma lasanha maravilhosaaaaaaa com um iced tea espetacular... Até fiquei mais feliz... 

No dia seguinte, decidimos visitar o sítio arqueológico de Huaca Pucllana. Eu estava um pouco melhor, apenas enjoada de leve. Aí foi Marcia quem começou a passar mal. Fala sério... Deve ser a "transmutação de energia". 

Após a visita, fomos ao hotel e de lá, voltamos à nossa super padaria... Aí foi uma festa... Lasanha de alcachofra, iced tea e torta folheada de morango. Jesus, comi muito... O transfer nos pegou no hotel antes do horário previsto e enfrentamos um trânsito horrendo para chegar ao aeroporto. Voltei a enjoar por conta do cheiro do diesel... Eu já fui muito melhor, putz!

Huaca Pucllana


Dom Mamino


Dom Mamino



Viagem chata novamente... O que a falta de sono não faz... Para completar, quando estávamos chegando e prestes a pousar, o avião arremeteu e o comandante avisou que, se não conseguíssemos autorização, ele iria pousar em Sampa ou em Campinas... Como assim???? Depois de uns 15 minutos dando voltas, ele pousou no meu amado GIG mesmo... 

Vim "voando" para casa, comecei a desmontar a mala, "dormi" uma hora e fui trabalhar... Porque existe vida depois de viagens, né? Isso foi na quinta-feira... E o que aconteceu depois? No sábado à noite, parti para a viagem surpresa... Brasília...

Brasília

Super beijo

Carolina

Assine nossa newsletter
Assine nossa newsletter

Está programando uma viagem? Então, compre suas passagens aéreas através dos banners dos parceiros (LATAM e Avianca) do blog Viajar correndo. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a receber uma comissão.

_Promo USA 728x90


Aproveite e reserve também seu hotel através do Booking.com. Clique no banner abaixo e faça sua reserva facilmente...



Pesquise e alugue seu carro através da Rentcars.com. Clique no banner abaixo e consiga as melhores ofertas!

Viajar correndo

Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Pin It button on image hover