quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Educação na corrida de rua: você pratica?

Momento reflexão...

Oláááá! Tudo bem? Hoje a postagem será sobre algo que venho refletindo há tempos e que ficou bastante evidente nesse período em que corri mais pela rua em vez da esteira. A educação na corrida. Vamos lá?

Vou utilizar o exemplo de corrida, porque é o esporte que pratico. No entanto, poderia ser relacionado à caminhada ou até mesmo ao ciclismo, ok? A maioria dos corredores não se cumprimenta (e quando envolve corrida e caminhada, pior ainda). Treinar a educação na corrida é importante também!

Esse ponto também foi observado por Zenildo, o amigo que conhecemos na Indomit Bombinhas, em uma conversa que tivemos. Por isso, esse texto foi escrito a quatro mãos e teve a colaboração dele também. Então, vamos falar um pouco sobre educação na corrida, seja ela de rua ou de montanha.


Indomit Bombinhas Vila do Farol
Zenildo, Otávio e eu, após a nossa chegada "épica" na Indomit Bombinhas, ha ha ha. 

Nas férias, fiz a maioria dos meus treinos na rua. Como aqui não há parques muito próximos que permitam um treino com segurança, corria pelas ruas movimentadas e sempre dava um jeito de passar pela “Praça do Skate”. 

Essa praça, como o nome já diz, tem uma pista de skate, mas dá para correr em volta dela com um pouco de sombra (400 metros). 

Não há muita padronização sobre o lado que cada corredor/caminhante faz seus treinos. Eu gosto de correr em sentido horário para fugir de uma pequena subida, mas há pessoas que correm no sentido anti-horário. E aí, o que acontece? Inevitavelmente, você olha para a pessoa que está passando por você. Olha o momento de "aplicar" a educação na corrida, he he he...

Toda a primeira vez que cruzo com alguém, eu falo “bom dia” (porque treino de manhã, né? Se fosse à tarde, seria boa tarde e à noite, boa noite... Só para evitar polêmicas, he he he he). É muito interessante observar as reações das pessoas: 

  • alguns respondem normalmente; 
  • outros meio que assustam e respondem “no susto”; 
  • outros nem se manifestam... 

No entanto, não é porque eles não se manifestam que eu vou deixar de desejar bom dia e ser educada. Afinal, estamos ali praticamente pelos mesmos motivos...

A gente super entende que o corredor possa estar no foco de um mega treino importante... Daqueles que não dá nem para respirar direito... Claro que ninguém vai parar o treino, apertar as mãos e conversar sobre a vida. Isso pode ficar para depois. Entretanto, basta olhar e sorrir para o outro... 

Não quer sorrir porque vai gastar energia em mais músculos? Tá bom, tá bom... Então, não custa nada realizar nem que seja um meneio de cabeça para o corredor que vem na direção oposta (ou que você ultrapassa ou por quem é ultrapassado). Mais uma vez, educação na corrida...


Caminhantes X Corredores


Outro ponto que observei foi em relação aos caminhantes e corredores. O subtítulo até dá a entender que é tipo uma luta, né? He he he, mas é que muitas vezes, o conflito é tenso mesmo... São vários os exemplos...

  • os caminhantes ficam na frente dos corredores, às vezes, no meio da pista; 
  • quando é dia de prova, alguns caminhantes largam na frente e já saem andando;
  • alguns fazem barreira com os amigos e atrapalha quem vem atrás...

Sinceramente, pode até existir caminhante mal educado que faz uma barreira de amigos e atrapalha quem quer passar (isso também ocorre na corrida). Também pode existir o sem noção que anda no meio da pista. Ele realmente poderia estar no cantinho... Entretanto, qual o problema em cumprimentá-los também? 

Só porque a pessoa corre significa que ela é superior? Não, não, não... Acredito que a maioria de nós começou caminhando. Além disso, como não sabemos sobre o futuro, a gente pode voltar a caminhar seja por uma lesão, por opção ou por outros problemas.  

E tem mais... O caminhante de hoje pode ser o corredor de amanhã. Para os preocupados com pace, vai que essa pessoa passa a correr mais que você? (he he he he, só para provocar).

Dessa forma, ao cruzar com um corredor/caminhante durante o seu treino cumprimente-o, mesmo que não tenha resposta...  Isso me lembrou de uma reflexão sobre o sorriso do Brahma Kumaris...

"Um sorriso enriquece quem recebe sem tornar pobre quem doa. Um sorriso acontece em um segundo, mas a lembrança dele dura para sempre. Um sorriso traz descanso à exaustão, ânimo à falta de coragem. É o melhor antídoto para os problemas. No entanto, as pessoas estão muito cansadas para dar um sorriso a você. Mesmo assim dê a elas o seu, porque ninguém precisa tanto de um sorriso como aqueles que não têm mais para dar." 
Brahma Kumaris

Sendo assim, vamos tornar nossos treinos mais amistosos. Vamos ser #corredoreseducados. Com certeza, você ficará mais leve e feliz (mesmo em um treino “pesado”). 

Educação na corrida, como em outros pontos da vida, é fundamental!

E você? Tem costume de cumprimentar os corredores/caminhantes durante seu treino? Responda aqui nos comentários. Vou adorar saber o que você pensa sobre o assunto!

Até domingo

Um super beijo

Carolina



Assine nossa newsletter
Assine nossa newsletter

Está programando uma viagem? Então, compre suas passagens aéreas através dos banners dos parceiros (LATAM e Avianca) do blog Viajar correndo. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a receber uma comissão.

_Promo USA 728x90

Aproveite e reserve também seu hotel através do Booking.com. Clique no banner abaixo e faça sua reserva facilmente...



Pesquise e alugue seu carro através da Rentcars.com. Clique no banner abaixo e consiga as melhores ofertas!



Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

14 comentários:

  1. Oi, Carol! Que coisa, né?! A gente acha que isso nem acontece... Educação é tudo, né?! Só acho inconveniente algumas pessoas que confundem educação com outra coisa..rsss. geralmente pessoas do sexo masculino... no mais, um bom dia não faz mal a ninguém e nem faz cair a boca, né?!
    Beijos, amiga!
    E BOM DIA, claro! haha...

    http://blogdaana.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem colocado Ana Paula!!!! Realmente, tem algumas pessoas que consideram uma expressão educada como uma manifestação de outros interesses. Tais seres necessitam de muita evolução!!!!! Complicado...
      Um super beijo e BOA NOITE!!!! Ha ha ha ha ha ha...

      Excluir
  2. Bom dia Carolina Belo,ficou ótimo a tua publicação,agora é ter a esperança de vermos os frutos através dessa plantação.Eu não desistirei jamais em dar o meu Oi,Bom dia,Boa tarde,Boa noite ou uma palavra de ânimo como por exemplo força amigo(A) ou mete bronca amigo.Querendo ou não esse tipo de atitude ajuda as duas partes,tanto quem dá como quem recebe é isso reflete muito bem nos treinos.Devemos dar um basta no individualismo porque não somos soldados em guerra,mesmo sendo corredores ou caminhantes de outros países.Pensem meus amigos "Esporte combina Educação.😉😉😉.Um grande abraço de quebrar as costelas a todos.😂😂😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Zenildo! Obrigada pela participação no post e nos comentários. Vamos fazer o nosso trabalho de "formiguinha" para tentar disseminar a educação em todos os campos do país... Eu já faço na escola, agora no blog, ha ha ha ha...
      Um super beijo e BOA NOITE!!! He he he he...

      Excluir
  3. Boa tarde Carol!!!!
    Já tinha pensado sobre o assunto faz tempo...
    Basicamente é uma falta de educação.Por várias vezes fiquei no "vazio" ao cumprimentar alguém durante os treinos.
    É bastante estranho.
    Mas, ultimamente educação não é o maior atributo do nosso povo.
    Infelizmente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Tati. E a cada dia que passa piora mais a situação. Às vezes, dá um desânimo!!!!!!! No entanto, vamos fazer a nossa parte a cada dia que passa. Quem sabe sensibilizamos uma pessoa dentro da multidão...
      Um super beijo e BOA NOITE!!!!!
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  4. Boa tarde Carol, sempre penso sobre isso quando cruzo com alguém no meu treino, a maioria das vezes comprimento , as vezes não, por que algumas pessoas parecem que tem medo e abaixam cabeça ou viram o rosto para o outro lado. Medo de cumprimentar ou falta de educação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pét de Bonsucesso... Excelente questionamento... Eu acho que pode ser os dois, he he he he. De repente, a pessoa não tem esse hábito de cumprimentar o outro, porque nunca foi sensibilizada para isso (algumas vezes, ela pode, até mesmo, ter sido instruída para não falar com o outro, pois poderia atrapalhar o treino). Já o segundo ponto pode ser porque alguma vez ela já tenha tentado e não tenha sido bem sucedida (por isso, evita o contato) ou até mesmo pelo motivo citado pela Ana Paula em um outro comentário: a pessoa pode ser mal interpretada e um cumprimento pode ser considerado com um sinal de que ela está disponível para "algo além" do próprio cumprimento. É bem complicado compreender esses motivos, por isso que resolvi escrever para levar à reflexão e à discussão desse assunto.
      Obrigada pela visita e pelo comentário.
      Abraços
      Carolina

      Excluir
  5. Carol muito bom o post, quando algum atleta passa seja correndo ou pedalando eu cumprimento fico p...da vida quando cumprimento e a pessoa se finge que nao ouviu e nao fala nada, da vontade de voltar e socar ela...kkkk...Mas fazer o que se muitos brasileiros nao tem educação...Lamentável.

    Bons treinos,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha ha ha ha ha ha ha ha ha, adorei Jorge!!!!! Às vezes, eu também tenho essa vontade, porque fico me perguntando como as pessoas podem ser tão mal educadas, masssssss eu penso que se fizermos isso estaremos nos igualando a elas, né? Ha ha ha ha ha ha... Enquanto isso, vamos continuar cumprimentando. Quem sabe um dia a gente vence pelo cansaço?
      Obrigada pela visita e pelo comentário.
      Beijos
      Bons treinos
      Carolina

      Excluir
  6. Muito bom o texto, adorei a abordagem e confesso que nunca tinha parado pra observar isso, quando estou andando por aí, indo a algum lugar, cumprimento bastante mas quando estou correndo nem sempre cumprimento, vou tentar ne corrigir e ser mais simpática!!
    Beijooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elaine Cristina. Que bom que você gostou do texto e que ele te levou a uma reflexão. Às vezes, a gente age tão no "automático" que nem percebe as coisas, né? Eu sou mestre nisso em vários aspectos, he he he...
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário!
      Bons treinos.
      Super beijo
      Carolina

      Excluir
  7. Somos de Joinville, e nosso treinos são todos na rua, principalemnte aos domingo cedo, há muita gente mais velha caminhando, geralmente não vão a baladas, he,he, he e quando cumprimentamos a alegria nos olhos deles é muito legal, e sempre te respondem seguidos de um "vamos lá" ou um "não vai cansar" cumprimentos com a cabeça ao ciclistas é o mais comum, pois quando disser bom... ele já fopi e nem dá tempos de ouvir ..he, he. Enfim, aos pouco os bons costumes e cordialidade se fazem presentes.
    ótimo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Desafio Running, legal o seu relato sobre a alegria dos idosos ao serem cumprimentados. É um gesto simples que faz diferença, né? Realmente, com ciclista é só o balanço da cabeça mesmo, pois não dá tempo, ha ha ha ha... Visitei o seu blog e já coloquei para receber atualizações no Feedly.
      Obrigada pela visita e pelo comentário.
      Bons treinos
      Abraços
      Carolina

      Excluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...