quarta-feira, 30 de março de 2016

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe

Parte I

Oláááá! Tudo bem? Hoje preciso relatar a experiência que tive no II Desafio 50 K da Chapada do Araripe realizado no dia 26 de março. Já adianto nessa introdução que foi algo incrível, além, claro, de ser o evento em que me tornei ultramaratonista (olha que emoção!). Então, não vamos perder tempo... Partiu Chapada do Araripe...

Primeiro, quero pedir desculpas por não ter publicado um post no domingo. Eu pretendia contar sobre a nossa visita a Juazeiro do Norte, mas a viagem foi tão corrida (literalmente!) que não consegui escrever (confira como foi a visita ao Padre Cícero na Colina do Horto).

Como o post sobre o Desafio 50 K da Chapada do Araripe ficou gigante, decidi dividi-lo em duas partes: hoje falarei da largada ao Km 25 (além das vivências pré corrida) e o post de domingo será dedicado do km 25 à chegada (com muitos requintes de drama nessa parte, ha ha ha ha ha). 

Descobrindo o Desafio 50 K da Chapada do Araripe

Soubemos da existência dessa prova a partir de uma conversa com a amiga corredora de Recife que conhecemos na Indomit Bombinhas, a Martha Cazzetta da Nunage Running. 

Vários fatores foram decisivos para a participação nessa corrida, entre eles: 

  • a possibilidade de fazer uma ultramaratona;
  • conhecer a Chapada do Araripe pessoalmente (uma bela desculpa!).

Tendo o aval dos treinadores (que gostaram da ideia e resolveram participar também), era só fazer a inscrição, comprar as passagens e reservar o hotel. Ah sim, e treinar, he he he he... Aliás, quantos treinos... Foi aí que percebi que cansei de longas distâncias, mas isso é assunto para outro post, outro dia...

Quase uma semana antes de nossa ida, recebemos um lindo SMS da Avianca avisando que nosso voo havia sido cancelado. Gente, eu sempre pergunto a mim mesma: 

“Por que as coisas não podem ser normais? Por que sempre tenho que ter emoções fortes antes das viagens?”. 

Conseguimos que nos alocassem em um voo de outra companhia aérea para que não chegássemos tão tarde a Juazeiro do Norte. Obrigada Avianca pela compreensão, pois queríamos que nada desse errado nessa corrida, muito menos chegar exaustos para correr 50 Km.

A entrega dos kits do Desafio 50 K da Chapada do Araripe

A entrega do kit aconteceu somente na véspera da prova no Hotel das Fontes, o mesmo em que ficamos hospedados e que seria a chegada da prova. Foi uma entrega super tranquila e rápida.


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Meu lugar!
Lá também aconteceu o congresso técnico, que foi muito elucidador, tanto em relação à prova em si quanto em relação à região do Geopark Araripe (que falarei em outro post).

Aconteceu uma palestra ministrada pelo Professor Nivaldo Soares Almeida antes das informações sobre a corrida. Ao final da palestra, teve entrega de brindes e eu ainda ganhei uma réplica de um fóssil que será super utilizada nas minhas aulas de Ciências para o 6º ano...


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Início da palestra

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Explicações...
II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Eu, Otávio, Jacque e Luiz e nossas réplicas de fósseis...


A organizadora da prova, Karina, fez uma introdução e agradeceu nominalmente a alguns atletas dos estados presentes ali. Fiquei surpresa ao ouvir meu nome e achei isso muito interessante. 

Também gostei muito das dicas de segurança apresentadas, pois havia uma “tradução” para a terminologia local de cada uma delas, ha ha ha ha... 


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Adorei a criatividade...

O grande dia do Desafio 50 K da Chapada do Araripe

O dia começou beeeeemmmmm cedo (relógio tocou às 3h45m), porque a largada seria às 5h15m. Para nossa surpresa, quando estávamos indo tomar café, caiu a maior chuva. 

Gente do céu, ser pega pela chuva no meio do caminho é uma coisa, agora, largar na chuva... Não gosto não... Mentalizei MUITO para que parasse (ou pelo menos, diminuísse) e fui agraciada, he he he he. 

Nada de chuva para caminhar até a largada e nem durante a corrida! Deu até para fazer o book antes da largada com a Martha e com nossos treinadores, Luiz e Jacque.


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Selfie com Martha...

Selfie com treinadores
Largada pontual às 5h15m. Estava escuro, mas logo clareou. Já começamos subindo. Foram 800 metros de caminhada forte em um piso de pedras.


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
E Otávio dispara...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Primeiro terreno...


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Quando tirei essa foto, nem estava ligada no que estava acontecendo atrás...
Depois passamos para um piso de terra batida, corremos pelo asfalto e entramos na Floresta Nacional (FLONA) do Araripe. 

Eu nunca tinha ido a uma FLONA, só estudado sobre ela tanto na faculdade de Biologia quanto na de Turismo. Adorei, mais uma experiência na vida, he he he... E lá fomos nós até praticamente o Km 14 dentro da FLONA. 

Teve uma menina que toda hora avisava de galhos aéreos e troncos no chão (depois achei o nome dela na lista, então, faço um agradecimento público aqui: obrigada Flávia Tavares) e teve uma névoa muito inacreditável (que não consegui retratar perfeitamente, pois ainda estou aprendendo a usar a câmera).


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Piso...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Eu e as placas...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Entrando na FLONA

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Obstáculos...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Corredora Flávia, que ia avisando os obstáculos...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Ohhhhhhhhhhhh... Nunca imaginaria encontrar algo assim nesse local...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Book...
O primeiro posto de hidratação também foi na FLONA. Achei bom não poder sair com as garrafinhas/copos de água do posto, pois isso evitava que lixo fosse jogado no ambiente (apesar de em alguns momentos encontrarmos embalagens de gel no caminho, aff!). 

Reencontrei Otávio nesse posto e fomos juntos até o Km 35. Mas antes do 35, muita coisa aconteceu, he he he he... Não vamos perder o foco...




Quando saímos da FLONA, encontramos um piso de pedrinhas perigosas na descida. Como não queria me arrebentar em uma possível queda, desci caminhando com cuidado. Depois de um tempo chegamos ao segundo ponto de hidratação, mas antes passamos por um vilarejo.

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
As pedrinhas...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
O vilarejo... Tadinho do galo. Ele cantava tão feliz... Eu fico triste com esses bichinhos...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Segundo posto de hidratação...
Seguimos até o distrito de Arajara e aproveitei para fotografar a Igreja de Arajara no km 18.


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Obstáculos

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Outro obstáculo...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Igreja de Arajara...
Corremos no asfalto por um trecho e depois voltamos para uma estrada de terra. Aí um cachorro veio atrás da gente. Um pinscher. Ahhh, vocês vão pensar: “você se preocupou com um pinscher?”. Gente, eu já tive um pinscher e essa raça é muito chatinha, com dentinhos afiadinhos que machucam. 

A dona dele continuou sentadinha falando “vem fulano” e o cachorro vindo atrás e latindo bravo. Não hesitei e mandei aquele grito que vem da almaaaaaa quando tenho medo, mas demorou para fazer efeito, porque o bichinho continuou vindo, ha ha ha ha ha... Depois fiquei com os pulmões doendo.


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
De volta ao asfalto!

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Mais um bichinho que me deixa triste...
Mais um posto de hidratação...


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Depois de fugir do pinscher...
...e uma subidinha no asfalto. No entanto, como tudo que sobe também desce, veio um trecho bom de descida. 


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Gostei dessa foto

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Momento amor...

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Feliz, até que...
Não gosto de forçar em descidas, mas aproveitei esse momento para dar uma apressada! Até que...


Um drama, né? Sempre tem que ter os dramas, he he he he... Onde já se viu mutuca matar... Só Carolina delirando na corrida...

Estávamos quase no Km 25, encontramos uma corredora chamada Germana que estava fazendo dupla. A gente conversou um pouco, ela perguntou se eu tinha um gel, mas eu só tinha bananada e uma polpa de fruta. Não tenho mais corrido com gel, pois estava me enjoando. Depois fui reencontrá-la na chegada, enquanto ela aguardava uma amiga, mas isso eu conto depois...


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Ahhhhhhhhhhh, metade...


No Km 25, o posto de transição, havia água, isotônico e comidinhas. Não quis comer nada, mas abusei do Gatorade. Quando estávamos quase prontos para partir, vimos Jacqueline se aproximando. 


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Otávio chegando ao Km 25.

II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Jacqueline chegando ao Km 25

Sendo assim, fomos juntos para a segunda parte da prova... A mais temida, já que o relevo era meio bizarro e eu já estava cansada...

Espero que tenham gostado dessa primeira parte. No próximo domingo, tem a continuação dessa aventura...


II Desafio 50 K da Chapada do Araripe
Bem isso mesmo...
Até domingo,

Um super beijo

Carolina


Assine nossa newsletter



Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

15 comentários:

  1. Adorei o post, Carol. Parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário "visitante desconhecido". Super beijo!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Ha ha ha ha, adorei o "arretado". Obrigada Intrepido!!!!
      Abraços
      Carolina

      Excluir
  3. Parabens pela prova! Fiz em dupla e corri o segundo trecho! Também adoro correr pra viajar e vice versa!! kkkkkkk Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha ha ha ha, pois é Leoluiz Amorim correr para viajar e viajar para correr é tudo de bom. O segundo trecho me fez achar que eu estava indo para o céu, de tanto que subi. E como estava quase sucumbindo, eu estava quase acreditando que ia parar no céu de verdade, ha ha ha ha ha. Obrigada pela visita e pelo comentário. Parabéns pela prova também. Bons treinos!!!!
      Abraços
      Carolina

      Excluir
  4. Adorei Carol!!!!
    Encorajador.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Tati. Foi uma parte light, mas eu só fui saber disso depois que começou a segunda, ha ha ha ha ha...
      Um super beijo e obrigada pela visita!
      Carolina

      Excluir
  5. Conheci vocês no aeroporto, achei o post sensacional. Quando sair o segundo, divulguem nas redes para eu ler. De fato a prova foi única, sensacional, no mesmo nível ou melhor do que ano passado. Sem falar que estar entre amigos e pessoas tão queridas, com um único objetivo, traz paz e alento ao coração.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafael!!!! Pode deixar, a continuação do segundo trecho será publicada no domingo. Estou terminando os ajustes nos vídeos e imagens, porque virá recheado, ha ha ha ha!!!!
      Obrigada pela visita e bons treinos!!!!
      Beijos
      Carolina

      Excluir
  6. Admiro a sua coragem em correr 50 km!
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha ha ha ha ha, obrigada Lulu! Mas, agora, vou voltar para as distâncias menores e ficar correndo até 25 Km. Não estou com muito tempo para treinar e me dedicar a distâncias maiores!!!!
      Um super beijo e obrigada pela visita!
      Carolina

      Excluir
  7. Acordar 03h45 pra correr 05h15??!!!!! Jesus!!! rsss... Amiga, só você mesmo!!! Que orgulho tenho dessa moça, gente! E depois de tudo, ainda termina com este sorrisão lindo e encantador!!! Eita orgulho que eu tenho dessa Belo!!!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha ha ha ha, Ana Paula, confesso que quando o relógio tocou eu pensei: "Nãããããããoooooo, eu quero dormir mais!!!!". Mas, como a meta era correr essa prova, lá fomos nós!!!!! E tem que terminar feliz, né? Afinal, a gente escolheu isso (na prova, quando alguém reclama, sempre tem alguém para dizer que ela que escolheu. O povo fica irado, ha ha ha ha)...
      Obrigada pela visita!!!
      Um super beijo
      Carolina

      Excluir
  8. Caramba, Carol, 50km? Fiquei zonza só de ler ultramaratona!
    E ainda mais de trilha!
    Parabéns pelo desafio conquistado!

    Beijo e bons treinos,
    Dani.

    Blog Dani Corredora

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...