12 junho 2016

Zaanse Schans e sua fábrica de tamancos

Aprendendo a fazer tamancos em Zaanse Schans

Oláááá! Tudo bem? Não sei se a vocês acompanham, mas estou participando de um desafio no Instagram e cada dia tem um tema específico para as fotos. Gosto muito, porque sempre relaciono o tema do dia ou à corrida ou à viagem. Esta semana, postei uma foto relacionada ao tema “pés” e ela me fez lembrar de uma experiência muito legal que tivemos na Holanda: fazer tamancos. Então, é sobre isso que vamos falar hoje. 

Essa viagem foi feita em 2014 com minha amiga Alessandra. A gente fez um roteiro de ônibus que incluiu Holanda, Bélgica, Luxemburgo e Alemanha. Foram 15 dias rodando por esses países.  Um dos lugares que ficamos hospedados foi Amsterdam. Eu já havia ido para lá, mas como a experiência não tinha sido muito boa, não estava muito animada para voltar. No entanto, como fazia parte do pacote, lá fui eu... 

Ainda bem que eu fui, pois tive uma visão completamente diferente da cidade e dos atrativos. Posso dizer que adorei e voltaria novamente (para vocês verem como são as coisas). A programação da viagem incluía uma visita a uma pequena vila da cidade de Zaandam: Zaanse Schans. Esse local fica a 45 minutos de Amsterdam e é um encanto. Tem toda aquela imagem típica de quando pensamos em Holanda: moinhos, vaquinhas pastando, queijos e... tamancos.


Amsterdam
Bem-vindos...
Amsterdam
Moinhos típicos...
Sim, os tamancos são um símbolo nacional da Holanda. Conta a história que o mais antigo foi datado por especialistas como tendo sido fabricado por volta do ano de 1250. E não é um tamanco comum não, eles são totalmente feitos de madeira. Esse material foi escolhido por ser barato e resistente e, principalmente, pela disponibilidade da madeira. Embora em outros países também se usasse calçado de madeira, o tamanco integralmente em madeira é um produto tipicamente holandês. Cada região na Holanda tinha os seus próprios fabricantes de tamancos, com sua forma de tamanco própria. Assim, bastava olhar para os tamancos de alguém para saber de onde essa pessoa vinha.

Amsterdam
Que pezinho delicado!
No século passado, devido à industrialização e ao aumento da prosperidade, a procura por tamancos começou a diminuir, especialmente nas áreas urbanas, o que levou também à diminuição do número de artesãos de tamancos. Enquanto que há cerca de cem anos mais de 8.000 pessoas trabalhavam na indústria dos tamancos, hoje em dia este número é de algumas dezenas. No entanto, os organizadores dessa fábrica que visitamos (Kooijman Souvenirs & Clogs) conseguiram salvar da sucata algumas máquinas antigas de fabrico de tamancos e fazem demonstrações para os visitantes de como era essa arte.

O ofício é transmitido a uma nova geração de artesãos de tamancos que demonstram e explicam gratuitamente esta arte aos visitantes, preservando-a assim para o futuro. As interessantes explicações são dadas geralmente na língua dos visitantes (inclusive em Russo ou Chinês!!!). A nossa foi em Inglês, Italiano e Espanhol. É sempre um espetáculo fascinante para todos! Eu achei incrível...

Mas, como são feitos os tamancos?

A máquina examina a forma do tamanco-modelo e o sistema é parecido com o sistema de copiar chaves: com base num tamanco, as lâminas de rotação rápida copiam a forma deste modelo para criarem uma nova peça. Em uma segunda máquina, o interior do tamanco é examinado da mesma forma e é esculpido com plainas rotativas bem afiadas. Aí a estrutura da máquina é inclinada juntamente com o modelo permitindo que as plainas consigam chegar até à ponta do tamanco para esculpir o seu interior. O calcanhar e a ponta deste tamanco tosco são então cortados na forma desejada com o auxílio de uma faca especial. Aqui não são usadas máquinas: o próprio artesão corta manualmente. O interior e exterior do tamanco são então lixados com o auxílio de uma máquina lixadora até que a madeira esteja lisa. 

Todo esse procedimento pode ser visto neste vídeo. Ele tem 6 minutos, mas GARANTO que vocês vão gostar, he he he he.. Afinal, dá para ver tudo o que expliquei acima acontecendo!



Saindo da apresentação, a gente encontra uma loja com váááááárias opções de tamanhos, cores e modelos de tamancos. Dá para comprar se a pessoa quiser utilizar no dia a dia (o que acho que não deve ser muito prático) ou apenas para guardar como uma recordação dessa visita tão legal.


Amsterdam
Eu, Alê e a infinidade de tamancos por todos os lados...
Amsterdam
Muitas opções
Ficaram interessados? A fábrica faz essas apresentações de 20 em 20 minutos e ainda tem um museu muito simpático sobre os tamancos (inclusive um de diamantes).
Espero que tenham gostado...
Até quarta-feira

Super beijo

Carolina


Assine nossa newsletter


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

2 comentários:

  1. Amei, Carol! Eu era fascinada com esses tamancos quando era criança! Achava muito fofo! Infelizmente nunca consegui ter um...
    Espero um dia poder visitar a Holanda também... e realizar meu sonho de ter um tamanco.. ;-)

    http://blogdaana.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana querida! Seus desejos foram atendidos mais rápido do que você imaginava, né? Ha ha ha ha ha ha ha... Espero que tenha gostado, apesar de não serem de madeira, he he he...
      Um super beijo
      Carolina

      Excluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search