domingo, 11 de dezembro de 2016

Belo Horizonte, um tour pela Cidade Jardim

Ela não é só a capital do Estado de Minas Gerais...

Olááá! Tudo bem? Amanhã é o dia do aniversário da cidade de Belo Horizonte. Fundada em 1897, BH, como é carinhosamente conhecida, completa 119 anos. Estivemos lá no final de semana passado para participar da Volta Internacional da Pampulha, uma prova realizada em comemoração ao aniversário da capital do Estado. Claro que visitamos alguns pontos turísticos (com a presença de pessoas muito especiais) e é sobre essa experiência que falaremos hoje... Vamos lá?

Belo Horizonte é um município brasileiro que é a capital do estado de Minas Gerais. Sua área é de aproximadamente 331 km². Cercada pela Serra do Curral, que lhe serve de moldura natural e referência histórica, foi planejada e construída para ser a capital política e administrativa do estado mineiro. 

Fundação da Capital do Estado de MG

A região onde se localiza Belo Horizonte era ocupada por índios que foram exterminados pelos bandeirantes. Um desses bandeirantes, o paulista Bartolomeu Bueno da Silva, pegou uma faixa de terra ao longo do Rio das Velhas. Seu primo, João Leite da Silva Ortiz, à procura de ouro, ocupou, em 1701, a Serra do Curral e suas encostas. Lá estabeleceu a base do núcleo do Curral del Rei, nome do arraial que deu lugar a Belo Horizonte anos depois.
Praça do Papa Belo Horizonte
Eu e Ana, na Praça do Papa, com a Serra do Curral ao fundo
A capital do estado, nessa época, era Ouro Preto. Com o fim do ciclo do ouro, o apogeu dessa cidade acabou. Novos núcleos regionais foram criados e inaugurou-se uma nova identidade estadual. Com isso, houve a necessidade da transferência da capital para outra localidade. Cinco cidades foram sugeridas: Juiz de Fora, Barbacena, Paraúna, Várzea do Marçal e Curral del Rei

Curral del Rei foi escolhida por oferecer condições ideais: 
  • estava no centro da unidade federativa, a 100 km de Ouro Preto;
  • era acessível por todos os lados embora circundada de montanhas;
  • contava com excelentes condições climatológicas.

Para a concretização do projeto, o arraial de Curral del Rei foi completamente destruído, com a transferência de seus habitantes para outro local. A nova capital foi projetada pelo engenheiro Aarão Reis entre 1894 e 1897 e recebeu o nome Cidade de Minas. Só em 1901 que ela passou a ser chamada de Belo Horizonte.

Dados ambientais

Você sabia que Belo Horizonte está localizada na Bacia do Rio São Francisco? Tanto que ela possui o único aquário de água doce com a temática do Rio São Francisco. Esse local está na Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte. Funciona de terça-feira a domingo, das 8h30 às 17h. É cobrado ingresso para visitação.

Além disso, BH é uma das capitais mais arborizadas do país, sendo este um dos motivos de ter recebido o título de "Cidade Jardim". São 27 parques e cerca de 500 praças e diversas áreas verdes espalhadas pela cidade.

Turismo

Conhecida como a Capital Nacional de Botecos, foi o local de criação do festival Comida di Buteco, competição anual de bares em busca dos melhores petiscos. A chamada zona boêmia da cidade concentra-se, principalmente, no centro da capital. Entretanto, outros bairros se destacam pelo lazer noturno, como Savassi, Santa Tereza, Santo Antônio, Lourdes e Serra.

Durante a nossa estadia, conhecemos a Praça do Papa, o Mirante das Mangabeiras, a Praça da Liberdade e a Pampulha. É sobre esses locais que falarei agora. Mas, antes, preciso dizer que tivemos a companhia da Ana Paula, minha super amiga do Blog da Ana, e do marido dela, o Cristiano.

Praça do Papa

Nossa visita à cidade começou com a Praça do Papa. Seu nome oficial é Praça Israel Pinheiro. No entanto, ela é conhecida pelo primeiro nome em homenagem ao Papa João Paulo II. O Pontífice desembarcou em Belo Horizonte no dia 1º de julho de 1980. Ao admirar a paisagem urbana do alto da praça, o Papa João Paulo II exclamou "Que belo horizonte". Desde então, a Praça Israel Pinheiro, onde ele celebrou uma missa, passou a ser denominada Praça do Papa.


Praça do Papa Belo Horizonte
Vista da cidade a partir da Praça do Papa
Localizada no alto da Avenida Afonso Pena, ela serve como espaço de convivência e entretenimento para mineiros e turistas. A praça é um belo lugar para passear e apreciar a vista da cidade. Ao fundo da praça, está a Serra do Curral, outro ponto turístico de Belo Horizonte e marco geográfico no limite sul da capital mineira. 

Praça do Papa Belo Horizonte
Cruz na Praça do Papa e Serra do Curral ao fundo
Confira o vídeo que fizemos nesse local e tenha uma noção da vista que fez o Papa João Paulo II dizer que é um “Belo horizonte”!


Mirante das Mangabeiras

Esse mirante está localizado no bairro das Mangabeiras, atrás do Palácio do Governador, em uma área de aproximadamente 35.400 m2. Em uma área de preservação ambiental, dois decks de madeira instalados proporcionam aos visitantes uma linda panorâmica da cidade e do Parque das Mangabeiras. 

Mirante das Mangabeiras Belo Horizonte
Entrada do Mirante das Mangabeiras
O Mirante das Mangabeiras surgiu sem a proposta de ser um ponto turístico. Na verdade, ali era apenas uma rua sem saída. Até que em 1976 foi implantada a Rádio Jornal do Brasil, a primeira emissora FM de Belo Horizonte. Aos poucos, funcionários da emissora encantados com a vista foram apresentando aos parentes e aos amigos. Assim, o espaço foi reconhecido como atração turística da cidade. Em 2006, o prédio da emissora foi demolido.
Mirante das Mangabeiras
Vista de BH a partir do Mirante das Mangabeiras


Em 2012, a Fundação de Parques Municipais passou a administrar o espaço do Mirante e promoveu sua requalificação. Essa revitalização trouxe novos projetos de iluminação e paisagismo, além de um conjunto de normas para o acesso aos pontos com vista privilegiada da cidade. Uma portaria controla o horário de funcionamento diário (10 às 22 horas) com patrulhamento 24 horas da Guarda Municipal. No dia 4 de dezembro de 2016, foi inaugurada uma tirolesa que liga o Mirante ao Parque das Mangabeiras.


Tirolesa Mirante das Mangabeiras
Tirolesa recém-inaugurada

Praça da Liberdade

Na região da Savassi, no encontro de quatro grandes avenidas (Cristóvão Colombo, João Pinheiro, Brasil e Bias Fortes), está a Praça da Liberdade. Situada no ponto mais alto da área inicial da cidade (circunscrita à Avenida do Contorno), essa praça foi feita para abrigar a sede do poder mineiro. Com a transferência da parte administrativa para a Cidade Administrativa (no caminho ao aeroporto de Confins), a Praça da Liberdade perdeu essa função. No entanto, recebeu instituições relacionadas à cultura. O CCBB de BH está localizado em um dos prédios do entorno.


Praça da Liberdade
Palácio da Liberdade

Praça da Liberdade
Prédio do CCBB de BH
O traçado da praça e seus jardins foram inspirados no Palácio de Versailles.

Praça da Liberdade
Uma parte dos jardins da Praça da Liberdade
Além de prédios tradicionais, prédios modernos foram incorporados ao conjunto, como, por exemplo, o Edifício Niemeyer (precisa dizer quem projetou?)

Praça da Liberdade
Edifício Niemeyer

Edifício Niemeyer
Edifício Niemeyer por um outro ângulo
A praça é utilizada também como local para treinos de corridas e caminhadas.

Praça da Liberdade
Uma alameda da praça, com o Palácio da Liberdade ao fundo


Praça da Liberdade
O chafariz

Praça da Liberdade
Caminhantes no entorno da praça
Nosso dia de passeio com Ana e Cristiano terminou com esse ponto. Aproveito para agradecer a paciência e disponibilidade que eles tiveram para nos levar aos lugares!!!! Inclusive, a Ana fez um post e um vídeo comigo sobre o que carrego na minha necessaire de viagem. Ficou MUITO legal! Dá uma conferida aqui neste link!

Praça do Papa
O que será que tem nessa necessaire?

No dia seguinte, fui com Dani e Otávio à Lagoa da Pampulha.

Lagoa da Pampulha

Uma lagoa artificial, construída na década de 1940, é um dos pontos turísticos de BH. Em 1936, Otacílio Negrão de Lima, prefeito de Belo Horizonte, iniciou o represamento do Ribeirão Pampulha para formar uma lagoa. A ideia era diminuir enchentes e contribuir para o abastecimento da capital. A obra, entretanto, só foi terminada na gestão do próximo prefeito que foi Juscelino Kubitschek (JK). Ele foi o responsável por encomendar a Oscar Niemeyer o Conjunto Moderno da Pampulha.

O Conjunto Moderno da Pampulha é composto pelos prédios do Museu de Arte (antigo Cassino), da Casa do Baile, do Iate Tênis Clube, da Casa Kubitschek e da Igreja de São Francisco de Assis, além do espelho d’água da Lagoa da Pampulha

Em 17 de julho de 2016, o Conjunto Moderno da Pampulha foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. A inscrição nessa Lista do Patrimônio Mundial significa que esse local contará com a proteção desse órgão e de todos os países signatários. Isso é importante porque protege a região e fomenta o turismo no local. 

Vamos conhecer os prédios componentes desse Conjunto?

Igreja de São Francisco de Assis

Apesar de ser uma obra extremamente consagrada por artistas, ela não foi aceita pela arquidiocese. Isso só aconteceu 17 anos após a inauguração. O painel com a imagem de São Francisco de Assis é de Cândido Portinari. Já o painel abstrato lateral é de Paulo Werneck. Os jardins foram projetados por Burle Marx.


Igreja de São Francisco de Assis
Painel de Portinari
Conjunto Moderno da Pampulha
Painel de Paulo Werneck

Museu de Arte da Pampulha (MAP)

Construído para ser um cassino, o edifício em questão hoje abriga o MAP. Em 1946, o presidente Gaspar Dutra proibiu o jogo em todo o território nacional. O prédio, então, perdeu a sua função original.

Museu de Arte da Pampulha
Antigo cassino
O MAP possui um acervo de 1.600 obras, dentre elas, mostras da Arte Contemporânea brasileira, que enfocam variadas tendências artísticas. Um dos destaques do acervo são as obras de Guignard

Casa do Baile

Foi desativada em 1948, cinco anos após a sua inauguração. Está em uma ilha artificial que é acessada através de uma ponte. 


Casa de Baile Pampulha
Casa de Baile

Iate Tênis Clube

Foi construído com o nome de Iate Golfe Clube. Em 1994, o prédio foi tombado Iphan. Sua arquitetura dá a impressão de um barco que se lança nas águas da Pampulha. 

Confira agora o vídeo que fizemos no Mirante das Mangabeiras, Praça da Liberdade e Lagoa da Pampulha!



Com isso, terminamos nossa viagem por Belo Horizonte. Foi bem corrido, mas conseguimos ver várias coisas que a cidade tem a nos oferecer. E já que amanhã é aniversário da cidade: 

Parabéns Belo Horizonte!!!!!!!!!!!!!!

Espero que tenha gostado! 

Caso queira visitar o Blog da Ana, o endereço é:  http://blogdaana.com.br/

O link para o post sobre o aparelho para cortar cabelo que falamos no primeiro vídeo está aqui.

Até quarta-feira...

Um super beijo

Carolina

Assine nossa newsletter



Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

6 comentários:

  1. Volta, amigaaaaaaaa!!!!! Caraaaa... deu muita saudade de você aqui!!!! rsss..
    Como você fala: ficou MANEIRÍSSIMO!!!! Ameeeeei o post! Muito obrigada pelas palavras de carinho pela minha cidade linda! Ficou fantástico! Conteúdo de primeira!!!!

    Beijo! Beijo! Beijo!!!!!!

    http://blogdaana.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Venha, amigaaaaaaaaaaaa!!! Põe "fantástico" nisso. No mínimo, umas sete vezes fantásticas, ha ha ha ha ha... Que bom que você gostou!!! Até a próxima "aventura fantástica"!!!
      Um super beijo
      Carolina

      Excluir
  2. Oi Carol,
    confesso que não gosto muito de BH, acho uma cidade confusa, mas tem uma grandissíma amiga que mora lá, então já me faz querer voltar a cidade, e qualquer hora pretendo correr a Volta da Pampulha.
    Beijo,
    Dani.
    Blog Dani Corredora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, o que eu tenho PAVOR de Belo Horizonte é a quantidade de radares de velocidade. Uma vez aluguei um carro (ahhh para a viagem a Capitólio). Na volta para o aeroporto, errei uma entrada e tive que dar uma voltona na cidade. Eu quase tive um colapso, porque todos os sinais tinham um pardal e de velocidade baixíssima. Tenso!!!!!
      Ah, vai lá visitar sua amiga na época da corrida porque aí você já faz duas coisas legais... Mas não dirija, por favor!!!! He he he he...
      Um super beijo...
      Carolina

      Excluir
  3. Eu sei o que tem na sua necessaire! Hehehe... Beijocas ������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha ha ha ha ha, sinal de que você viu o vídeo Drika!!!! Que bom, ha ha ha ha ha...
      Temos que conversar em janeiro sobre nossos projetos, he he he...
      Um super beijo e um excelente 2017!!!!
      Carolina

      Excluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Pin It button on image hover