28 setembro 2017

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu, dez anos de história

Olááá! Tudo bem? No domingo passado aconteceu a Maratona Internacional de Foz do Iguaçu. Já disse mais de mil vezes que ela foi a minha primeira maratona. Decidi fazê-la novamente porque estava indo para a minha décima maratona de asfalto. Então, vamos falar sobre essa corrida tão importante na minha vida...

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu

A Maratona Internacional de Foz do Iguaçu


O evento Maratona Internacional de Foz do Iguaçu conta com três possibilidades de corrida:
  • maratona individual;
  • maratona revezamento (dupla);
  • corrida de 11,5 km.

Tanto o atleta dos 42 km completo quanto o primeiro atleta do revezamento largam no Mirante do Vertedouro da Itaipu Binacional. O segundo atleta do revezamento larga no Hotel Mabu. Já a corrida de 11,5 km larga na entrada do Parque Nacional do Iguaçu.


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
A gente chega ainda na escuridão...

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
E o mundo vai clareando e descortinando o Vertedouro de Itaipu Binacional...

Os horários das largadas são diferenciados de acordo com a categoria (cadeirante, AcD, elite feminina, elite masculina e geral).

Apesar de as largadas serem em locais distintos, todos os participantes finalizam no interior do Parque Nacional do Iguaçu.

Transporte para a largada das provas

Havia transporte oferecido pela organização para as largadas das provas. Eles partiam dos hotéis conveniados e também da rodoviária. Para cada prova havia especificidades nos horários.

Tentamos pegar o primeiro ônibus às 4h30. No entanto, ele só chegou ao nosso hotel às 4h45 (que seria o segundo horário). Já veio cheio e ainda passamos em outro hotel para pegar outros corredores. 


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
A gente vai em pé, mas vai animado...

Da outra vez, ainda consegui ir sentada. No entanto, também tenho que pensar que não eram tantos corredores assim.

Transporte para atletas que chegam ao aeroporto e que voltam ao aeroporto

A organização também disponibiliza ônibus para levar os atletas que chegam ao aeroporto até os hotéis conveniados. 

Mesmo que você não fique em um deles, é possível utilizar o serviço. Veja o que é mais próximo ao seu hotel. De lá, é só seguir para ele. 

Eu havia visto a placa na primeira vez que corri em Foz. No entanto, como não havia ninguém por lá, fui de ônibus convencional mesmo. 


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Em 2012, eu estava tão emocionada com a prova, que tudo o que via dela, chorava...
Desta vez, nós utilizamos esse serviço. Quando estávamos saindo na sala de desembarque, havia uma pessoa com uma placa escrita “Maratona Internacional de Foz do Iguaçu”.
Maratona Internacional de Foz do Iguaçu

Perguntei se era válido para todos os atletas e, como a resposta foi positiva, foi só esperar pela saída do micro-ônibus.


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Micro-ônibus para o transporte dos atletas até os hotéis conveniados...

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu


Após a prova, também existe a possibilidade de transporte para o aeroporto. São horários específicos partindo, também dos hotéis conveniados. Como fomos direto do Parque Nacional do Iguaçu para o aeroporto, não utilizamos esse serviço.

Hotéis conveniados com a Maratona Internacional de Foz do Iguaçu

Como já disse, a Maratona Internacional de Foz do Iguaçu possui hotéis conveniados. 

É interessante ficar nesses hotéis, pois o transporte oficial parte deles e, também, o café da manhã é garantido. Afinal, a equipe sabe que os corredores precisarão de café em um horário diferenciado.

Nós ficamos no Hotel Águas do Iguaçu. Das quatro vezes que fui a Foz, em três delas hospedei-me nesse hotel. 

A única coisa que me deixou chateada desta vez foi a impossibilidade de um late check-out. Afinal, seria impossível estar de volta ao hotel às 12 horas para o fechamento do quarto. 

O primeiro atendente até cogitou que seria possível segurar o quarto até às 13 horas. Ele iria verificar com a gerência. 

No entanto, na véspera da prova, ao perguntarmos do resultado nos foi informado que não poderíamos sair após o meio-dia. Então, tivemos que sair às 4 horas (levando as malas) e ir direto da prova para o aeroporto. Mas isso, eu conto mais para frente, he he he...


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Ainda bem que havia guarda-volumes na prova e o melhor: o saco onde as bolsas eram colocadas era gigante!!!

A entrega de kits da Maratona Internacional de Foz do Iguaçu

A entrega de kits aconteceu na sexta-feira e no sábado que antecederam ao evento. Ela aconteceu no SESC, um lugar de fácil acesso (há ônibus que param praticamente em frente).

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Todo mundo que via essas medalhas na entrega de kit achava que eram apenas em tamanho para demonstração.

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Qual não foi a nossa surpresa ao final da corrida ao ver que TODAS as medalhas eram desse tamanho, he he he...
Mesmo sendo tranquilo de chegar, a organização oferece transporte dos hotéis conveniados até o SESC. Para ir, aproveitamos esse serviço. Para voltar, não (fomos direto para Itaipu Binacional).


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu

Nós fomos no sábado e estava bem cheio. Tanto que ficamos uma hora na fila. 


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Placa com o trajeto da Maratona Internacional de Foz do Iguaçu

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Na conferência dos chips...


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Com o kit e o trajeto...

Impossível não comparar a experiência de 2017 com a de 2012. Na primeira vez, foi tudo muito rápido.

Para ver como foi a experiência na minha primeira Maratona Internacional de Foz do Iguaçu, acesse 

A Maratona Internacional de Foz do Iguaçu, na minha visão...

Como já disse anteriormente, é impossível não comparar a experiência de 2017 com a de 2012. 

Durante a corrida, meio que passava um filme na minha cabeça e eu ia lembrando...

“Hummm, nessa parte aqui aconteceu isso. Hummm, aqui estava assim e assado”

Muito interessante...

O horário da largada ficou meia hora mais cedo. Isso foi excelente... Na primeira vez, largamos às 7 horas e já havia um solzinho básico. Desta vez, às 6h30, ele ainda estava "pensando em aparecer"...


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Em 2012, já tinha sol na largada...


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Em 2017, ele ainda está pensando em aparecer...

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Paisagem...
O que não mudou mesmo, infelizmente, foi a questão da torcida durante a prova. Quase não há pessoas dando apoio. Então, os poucos que apareciam eu sempre falava:

“Obrigada por você estar aqui”

Bom, alguns devem ter me achado maluca. No entanto, teve uma moça que estava com um rapaz que adorou. Ela me agradeceu e ainda perguntou de onde eu era. E, no final, eu já estava mais afastada e ela ainda gritou novamente 
“boa prova”
Falando em força, essa prova teve a força da Coca-Cola. Oi? 


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Propaganda gratuita para a Casa dos Parafusos? Bem isso, mas eu estava preocupada com a força da Coca-Cola mesmo, ha ha ha...

Os postos de hidratação estavam dispostos a cada 3 km. No entanto, em alguns havia Coca-Cola e Gatorade. No posto de transição e na entrada do parque (que foi a largada dos 11,5 km), havia também frutas e pão sírio.


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
No primeiro posto de hidratação, ainda dentro de Itaipu Binacional
Voltando à questão da Coca-Cola, mesmo não sendo saudável, eu amo beber esse refrigerante durante as provas longas. Literalmente, ele me dá um gás... Fiz até um depoimento sobre esse tema. Dá uma olhada...



Em alguns postos, também havia banheiro químico. Eu NUNCA tinha usado um desses no meio do caminho. No entanto, desta vez, eu já larguei apertada para fazer xixi. Isso porque as filas dos banheiros químicos antes da largada estavam monstruosas.

Claro que achei que poderia aguentar até o final. No entanto, no km 14 estava começando a sentir dores nos rins por conta da necessidade de urinar. Ainda tive que me segurar por mais 4 km.

Então, pela primeira vez na vida, usei um banheiro químico durante a prova! Pensei que seria uma experiência muito pior, mas achei "de boa". Tinha até papel higiênico! Um milagre!

Passado o drama de querer ir ao banheiro, começou o da câimbra nos pés. 

“Pow, será que não dá para ter paz? Ha ha ha...”

Tive que parar em alguns trechos para dar uma alongada. Depois de duas paradas estratégicas, consegui voltar ao normal...


Chegando ao final da prova... 

A entrada no Parque Nacional do Iguaçu é uma coisa inexplicável. Eu amo aquele lugar.  Eu amo as árvores daquele lugar. Eu amo as borboletas daquele lugar. E o que não faltam são borboletas para enfeitar o caminho, que já é lindo...


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Achei essa árvore sensacional!
A predominância é das amarelas, mas vez ou outra passava a minha preferida. Ela é uma azul que é estupidamente linda (Myscelia orsis).


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Essa não é a minha azul preferida, mas também é muito mimosa e me trouxe alegria durante a prova...
Quando vi as Cataratas do Iguaçu, não consegui, mais uma vez, controlar o choro.


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Cara, eu achei que não fosse chorar quando chegasse nessa parte, mas não teve como... Chorei também em 2012, ha ha ha...
Não acredita? Confira o vídeo...




E foi assim, observando (borboletas, árvores, pessoas e cataratas), sorrindo, chorando, andando e correndo que completei a minha décima maratona de asfalto.

A chegada foi sem drama (em breve, vídeo). Otávio estava recebendo gelo no corpo e eu esperei para irmos juntos receber a medalha.


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
É ali...

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Sem choro, sem drama, ha ha ha...
Não sei o que estava acontecendo, mas havia tanta abelha, que nem dava gosto de ficar sentada ali.

Fomos caminhando em direção à saída e o número de abelhas aumentava. O pessoal que estava fazendo massagem nem estava conseguindo direito. Afinal, era necessário espantar as abelhas.

Recebemos nossas medalhas de oficiais da Marinha e, nesse momento, vimos chuveiros. Cara, isso foi a visão do paraíso.


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Recebendo a medalha. E o chuveiro estava ali atrás!!!!!

Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Cara, que medalha gigante é essa? Na verdade, o que achávamos que era apenas um modelo, na entrega de kits, era o tamanho verdadeiro dela, ha ha ha ha
Afinal, como não voltaríamos mais para o hotel, um banho ali seria importante para podermos passear sem estarmos suínos. E assim fizemos...


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Sorrindo para a foto e sendo picada pelas abelhas, ha ha ha
Enquanto arrumava as coisas e tocava as abelhas, Otávio foi tomar banho. Nesse meio tempo, levei duas picadas e fiquei bem inchada.


Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
Momento banho...
Em seguida, foi minha vez de enfrentar a água. Delícia refrescante após 42 km. Aí foi só trocar de roupa no banheiro do parque e partir para ver, mais uma vez, as Cataratas do Iguaçu.

Uma publicação compartilhada por Viajar correndo (@viajarcorrendo) em

Turismo em Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu é mega estruturada turisticamente. Além dos pontos de largada e chegada da Maratona Internacional de Foz do Iguaçu, a cidade oferece muitas atividades e atrações. 

Não vou ser repetitiva, porque aqui no blog tem um post índice com tudo o que já foi publicado sobre Foz do Iguaçu no Viajar correndo.

Inclusive, há um e-book para ser baixado gratuitamente com outras atrações que não estão no post...

Então...

Caso você queira baixar o e-book gratuitamente, é só fazê-lo em 

Caso você queira ler tudo o que já foi publicado sobre Foz do Iguaçu aqui no Viajar correndo, é só acessar 

Espero que tenha gostado da Maratona Internacional de Foz do Iguaçu.

Até domingo.

Um super beijo,

Carolina

Aproveite e assista ao vídeo completo da Maratona Internacional de Foz do Iguaçu



Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

2 comentários:

  1. Parabéns por sua décima conquista em maratonas no asfalto. Nada melhor do que em Foz do Iguaçu. Um paraíso !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Marcio!!!! Foz é realmente um paraíso na Terra. Me sinto muito bem todas as vezes que vou para lá... É algo mágico...
      Mais uma vez, obrigada!
      Abraços,
      Carolina

      Excluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search