31 agosto 2016

Porter Airlines, uma nova experiência

Olááá! Tudo bem? Hoje o post será sobre a minha experiência com a companhia aérea Porter Airlines. Ela foi utilizada no trecho da viagem de Québec para Toronto. Vamos lá?

Na nossa viagem ao Canadá, optamos por fazer a transferência entre as cidades de trem (viajando pelo Canadá de trem). Dessa forma, conseguimos fazer o trajeto Toronto-Quebec de trem em três dias diferentes, parando nas cidades de Ottawa e Montreal

No entanto, para voltar, esse mesmo trajeto, que foi feito em partes, seria realizado de uma tacada só e duraria 8 horas. Por isso, optamos por voltar de avião (o que levaria 2 horas, no máximo).

Aeroporto Billy Bishop Toronto City
Avião partindo do aeroporto Billy Bishop Toronto City
Fiz uma pesquisa sobre as opções de companhias aéreas e encontrei em um post do Ricardo Freire no "Viaje na Viagem" a opção de voar Porter. 

Eu tinha achado também a Air Canada, mas ao ler tal post, uma coisa me chamou a atenção: a possibilidade de descer no aeroporto regional Billy Bishop Toronto City (com a Air Canada desceríamos no aeroporto internacional). 

Na verdade, nunca tinha ouvido falar nesse aeroporto, mas fiquei interessada na possibilidade de descer em uma ilha e sair dela utilizando o ferry boat. Sendo assim, compramos as passagens com essa companhia aérea.

O processo de compra foi tranquilo, exceto pelo fato de que você tem que pagar por tudo: desde a mala que vai ser despachada até o assento. No entanto, como teríamos malas para despachar, achamos melhor pagar com antecedência, uma vez que sairia mais barato (uns 5 Dólares Canadenses e mais as famosas taxas do Canadá, aff). 

Decidi não pagar pelo assento, pois haveria mais um acréscimo. Afinal, se a passagem estava comprada, eles iriam colocar a gente em algum lugar do avião. E foi o que aconteceu quando fizemos o check-in (os assentos já tinham sido determinados pela própria companhia).

Faltando 24 horas para o embarque, recebemos um e-mail avisando que o check-in online estava liberado. Fizemos o nosso na maior tranquilidade. No dia do embarque, madrugamos no aeroporto, mas não adiantou nada, pois o balcão da companhia abriu com uma hora e meia de antecedência do horário do voo.

Entregamos as malas num processo bem diferente: a atendente apertou um botão e surgiu um carrinho que captava as malas e as levava individualmente para algum lugar... Foi muito interessante (fiquei lá olhando com cara de boba e a atendente riu).

O embarque aconteceu com alguns minutos de atraso. Tudo bem! Como o avião era pequeno (um Bombardier Q400), quem estava com a mala de mão um pouco maior teve que entregar para a companhia (que as devolveu em um local diferenciado no desembarque). Houve um serviço de bordo com snacks e bebidas.

Porter Airlines
Serviço de bordo
Porter Airlines
Serviço de bordo
A descida foi algo surreal. Realmente, como havia lido, é uma emoção e, no nosso caso, o avião deu uma super freada na pista após o pouso e uma pessoa saiu machucada (o bombeiro entrou para acompanhá-la).

Aeroporto Billy Bishop Toronto City
Avião pousando no aeroporto Billy Bishop Toronto City
Quando pegamos nossa mala na esteira, milagrosamente, a minha foi a primeira de todas a aparecer. No entanto, quando a da minha tia chegou, percebemos que a dela estava rasgada.

Imediatamente, procuramos o balcão da companhia e fomos super bem atendidas. Ela recebeu um voucher para consertar a mala e ninguém ficou questionando se isso era culpa deles ou não.

Para sair do aeroporto havia duas indicações: uma para o ferry boat e outra por via terrestre. Depois fiquei sabendo que a via terrestre era um túnel que foi construído durante as Olimpíadas e a pessoa atravessava a pé até a parte da orla do Lago Ontário. Como a gente já tinha se planejado para pegar o ferry boat, fomos em direção a ele.

Aeroporto Billy Bishop Toronto City
Tudo muito sinalizado...
O acesso é bem tranquilo e logo já havia um ferry boat para nos levar até a estação. A travessia não durou nem três minutos. Saímos dela e pegamos um ônibus shuttle que nos levou até a Union Station e, de lá, seguimos para o nosso hotel. 

Importante ressaltar que tanto o ferry boat quanto o ônibus shuttle foram completamente gratuitos.

Aeroporto Billy Bishop Toronto City
Vendo a CN Tower enquanto esperávamos pelo ferry boat
Aeroporto Billy Bishop Toronto City
Ferry boat chegando
Porter Airlines
Shuttle na saída da estação do ferry boat
Porter Airlines
Ponto do shuttle, próximo a Union Station
Então, se você tiver estiver indo a algum destino da América do Norte, dê uma pesquisada sobre a rota da Porter. Apesar de ter aviões pequeninos, foi uma boa alternativa para a nossa viagem.

Porter Airlines
Rotas da Porter

Curiosidade...

Ah, e sabe o motivo de o nome do avião ter a letra "Q" antes da especificação do número? Q de "quiet", o que significa que ele é mais silencioso que outros modelos. 

Mas, por que essa necessidade de silêncio? O guia de um passeio que fizemos explicou que, como esse aeroporto é muito próximo da cidade e de apartamentos, para não incomodar as pessoas que lá vivem, caso haja algum tipo de barulho acima do normal, o piloto e as companhias aéreas recebem uma multa. 

Nossa, gostei muito dessa informação... É igualzinho aos aeroportos do Brasil, principalmente os que estão bem no meio das cidades, como Congonhas e Santos Dumont.

Espero que tenha gostado do post. E você? Já viajou através da Porter Airlines? Como foi?

Importante: Este não é um publipost! Ele apenas expressa a minha experiência com essa companhia aérea.

Até domingo, 

Um super beijo, 

Carolina


Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

4 comentários:

  1. Eitaaa.. AMEI o post!!! Quanta coisa eu aprendi!!! Ô lugar TOP esse Canadá, né?! Nossa... exemplo!!! Assustei só com a freada do avião!!! Eu adoro ler os seus relatos!!!! Parece que a gente está vendo tudo na hora!!!
    Beijo Beijo Beijo!

    http://blogdaana.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ana, eu tento escrever demonstrando a emoção que vivenciamos na experiência. Acho que assim fica bem mais legal, pois que não foi comigo pode sentir mais ou menos como foi, he he he (inclusive os dramas, he he he).
      Obrigada pela visita!
      Um super beijo
      Carolina

      Excluir
  2. Carolina,somos españoles y vamos hacer ese mismo vuelo. Podrías decirme si al hacer el Check In,es suficiente con datos pasaporte y Eta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! O check in pode ser feito tranquilamente com esses dados. Uma excelente viagem para vocês. Espero que gostem da companhia aérea.

      Excluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search