10 setembro 2017

Amigos que a corrida me deu, um grupo em homenagem à amizade

Olááá. Tudo bem? O dia do amigo já passou há um tempo, mas hoje venho falar de uma proposta interessante: o "Amigos que a corrida me deu". Vamos lá??? 

Acho que todo mundo já refletiu sobre os amigos que a corrida trouxe para suas vidas. Eu mesma tenho váááááários amigos que só apareceram por conta da corrida. Afinal, sem ela, eu jamais encontraria essas pessoas.
Amigos que a corrida me deu
Sem a corrida, eu não teria conhecido Otávio, por exemplo... E nem conhecido váááárias partes do mundo...
Para celebrar esse tipo de amizade, foi criado do grupo “Amigos que a corrida me deu".
Amigos que a corrida me deu
A idealizadora do grupo é a empresária/produtora artística Rita Vilani (e também apoiadora, através da Verastar Criações Artísticas e Culturais. Segundo ela: 

"Amigos que a corrida me deu" é uma homenagem à amizade e aos seus mais emblemáticos representantes: os corredores.
Um grupo de amigos que se dedica às diferenciadas formas de corrida foi  projetado para aproximar integrantes, promover a sociabilização e gerar  amizades sinceras. 
Ele nasce sob as bases saudáveis de um esporte praticado por atletas de elite, mas também, por indivíduos impulsionados apenas pelo gosto, pelo prazer em praticar uma das modalidades mais apreciadas do atletismo.  
Com integrantes  de algumas partes do país (e até fora dele), o grupo tem corredores  que já empreenderam  diferentes distâncias e percursos e participaram de grandes eventos. Sempre privilegiando o contato humano, a amizade verdadeira, procurando cultivar as boas relações, a união e o companheirismo entre seus integrantes. 
Como passam muitas horas, dias e até semanas  desfrutando dos mesmos espaços e partilhando de um mesmo cotidiano, tornou-se primordial que o convívio entre eles fosse alvo de concessões e ajustes por cada um desses cidadãos.  Mas tudo sem deixar de observar as individualidades. Certamente, uma tarefa nada fácil, mas com objetivos  que fizeram valer à pena.  
Cultivar, valorizar, perpetuar o valor das amizades nascidas em função da formação deste grupo foram prioridades intocáveis para essas pessoas que conseguem conviver em plena democracia. 
Uma democracia real, desprovida de competições e rivalidades, confeccionada sob a égide do companheirismo, do auxílio mútuo, do respeito. 
O mote é o estreitamento de laços aos moldes "amigos sem fronteiras", sem discriminações de etnias, raças, credos... Sem hierarquias ou disputas de poder.  
Mas, questionariam alguns, "como pode não haver rivalidades entre um grupo de competidores?". Fácil de explicar: a competição é interna, consigo mesmo,  nunca entre os componentes do grupo. 
Ao contrário, a cada evento orquestrado pelo grupo "Amigos que a corrida me deu" seus integrantes irão procurar incentivar os companheiros no rompimento de barreiras e metas. 
A disputa será consigo mesmo, não entre eles. O que já vinha ocorrendo quando ainda eram apenas alguns poucos amigos e não o recém-formado grupo atual. 
Esta é a intenção: propagar os lemas de uma  providencial iniciativa que pode encampar uma legião de pessoas, principalmente jovens,  encaminhando-as por  trajetos mais salutares e elaborados em bases democráticas e solidárias. 
Claro, nem precisamos mencionar o quanto tais iniciativas são, atualmente, necessárias.  Saúde, esporte, amizade, laços afetivos de toda ordem são itens básicos para a formação de uma sociedade sem vícios, produtiva e feliz".   

Apoiadores do “Amigos que a corrida me deu”

É evidente que tais ações para serem ampliadas precisam de apoios. Mesmo sendo um grupo recente, ele já conta com apoios externos e dos próprios componentes do grupo. Olha aí alguns dos apoiadores do “Amigos que a corrida me deu”... 
Amigos que a corrida me deu
E, para completar, o grupo até possui uma música tema. E quem a escreveu foi Isabella Taviani. Legal, né?  

Festa de lançamento do grupo “Amigos que a corrida me deu”

 O lançamento do grupo "Amigos que a corrida me deu" será no dia 16 de setembro, às 20h, no Lyceu Escola de Dança, no Rio de Janeiro. 

A reunião  contará com a presença de atletas das várias categorias de corrida de fundo (maratona, ultra, meia-maratona...) , de personalidades que se dedicam ao esporte (artistas, jornalistas, escritores...),  além de depoimentos emocionantes baseados em experiências de  vida e  exemplos de superação.

Para os amantes da dança, também haverá uma "exibição" de dança mix. Na verdade, uma divertida brincadeira oferecida pelo professor Miro Barcelos, do Lyceu aos presentes no evento.

Quem vai apresentar as ações do evento é a cantora e compositora Telma Tavares. Ela já foi atleta amadora e continua sendo uma amante dos esportes. 

E nós estaremos lá! Em breve, um post sobre como foi o evento...

Espero que tenha gostado!  

Um super beijo,  

Carolina

Para ver como foi a festa de lançamento do grupo, confira 

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search