07 agosto 2018

Spoleto, nossa cidade base para conhecer a região da Umbria na Itália

Olááá! Tudo bem? Hoje começamos os posts sobre a Itália. E a primeira cidade a ser explorada será Spoleto (Espoleto). Ela foi a nossa cidade base para conhecer a região da Umbria e nos surpreendeu. Vamos ver o motivo da surpresa?

O que fazer em Spoleto
Como a ideia da viagem à Itália era explorar a região da Umbria e, principalmente, visitar a cidade de Cascia, optamos por fazer de Spoleto a nossa base.

Dessa forma, poderíamos fazer vários bate e volta a partir de Spoleto para outras cidades da região.
O que fazer em Spoleto
Escadarias de Spoleto...
Ficamos cinco dias na cidade. Precisamos de apenas dois dias para explorar tudo o que Spoleto nos oferecia. E olha que tinha bastante coisa... 
O que fazer em Spoleto
Que bom quando a sua tia veste a camisa da viagem, literalmente, né?
Vou contar um pouco sobre as atrações que visitamos na cidade.
O que fazer em Spoleto
Paisagens de Spoleto... Tudo muito limpo e arrumado...

Catedral de Santa Maria Assunta

Dedicada à Assunção da Virgem Maria, essa Catedral tem como característica mais marcante da fachada superior o mosaico bizantino. Ele retrata Cristo dando uma bênção.
O que fazer em Spoleto

Piazza del Duomo

Em frente à Catedral de Santa Maria Assunta, essa praça é um convite à contemplação. 
O que fazer em Spoleto
No caminho para chegar à Piazza del Duomo
O lugar é muito bonitinho e possui alguns cafés.
O que fazer em Spoleto
Há uma escadaria que leva à rua superior. A partir dessa rua, chega-se à Fonte do Mascherone e à Rocca Albornoziana.

Fonte do Mascherone

A Fonte do Mascherone está bem próxima à Rocca Albornoziana. São várias as explicações para as feições da fonte, mas a mais aceita é a representação de uma divindade pagã. Da enorme boca disforme vem um grande jato de água que cai em cascata em três tanques sucessivos.
O que fazer em Spoleto

Rocca Albornoziana

Ela é uma fortaleza medieval localizada no topo da colina Sant'Elia. Após passar por várias funções, sendo, inclusive uma prisão, a Rocca passou a abrigar o Museu Nacional do Ducado de Spoleto.
O que fazer em Spoleto
Entrada para a Rocca e para o Museu Nacional do Ducado de Spoleto
O Museu Nacional do Ducado de Spoleto possui 190 obras que testemunham a complexa história de Spoleto. As obras expostas abrangem um período dos séculos IV a XV.

Nós não fizemos a visitação. Então, fomos percorrendo a via ao redor da Rocca e chegamos à Ponte dele Torri.
O que fazer em Spoleto
Caminho do entorno da Rocca

Ponte dele Torri

Ela atravessa o riacho Tessino e possui em uma das extremidades a Rocca Albornoziana e na outra a Fortilizio dei Mulini.
O que fazer em Spoleto
São 230 metros de comprimento e 80 metros de largura. Ela funcionou durante muitos anos como engenho.

Continuando o nosso trajeto no entorno da Rocca, Otávio encontrou uma entrada... Como somos curiosos, entramos. 
O que fazer em Spoleto
Eis que tivemos a mega surpresa de todas... Encontramos uma escada rolante. Decidimos descer e descobrimos o sistema de mobilidade alternativa de Spoleto.
O que fazer em Spoleto

A mobilidade alternativa de Spoleto

Como a cidade tem uma parte que fica no alto, Spoleto oferece um sistema de escadas rolantes e esteiras gratuitas. É tipo um metrô ou trem, com estações e tudo. Mas o transporte são as escadas rolantes e as esteiras. 
O que fazer em Spoleto
Esse transporte parte dos estacionamentos da cidade. São três linhas:
  • 1 (Azul): Liga a Spoletosfera à Piazza della Libertà. Leva em média 7 minutos;
  • 2 (Verde): Liga Ponzianina à Rocca. Leva em média 10 minutos;
  • 3 (Amarela): Liga Posterna à Piazza Campello. Leva em média 15 minutos;
O que fazer em Spoleto
Nós usamos bastante essa facilidade... Isso também ajudou a explorar a cidade em pouco tempo... Dá uma olhada no vídeo...

Inscreva-se no Canal Viajar correndo para não perder as novidades...

Depois de descobrirmos essa maravilha, passamos pelo Complexo de San Nicolò.

Complexo Monumental de San Nicolò

Inclui uma antiga igreja, um antigo convento e dois claustros. Quando chegamos, ele estava fechado. No entanto, passamos por lá no dia seguinte e vimos que o local realiza funções teatrais e é um centro de exposições e de convenções.

Conhecemos a Piazza del Mercato e lá jantamos algumas vezes. 
O que fazer em Spoleto
Descendo a Piazza del Mercato, chegamos ao Parque Chico Mendes. Olha que loucura!!! Ficamos um tempo por lá descansando e tivemos a oportunidade de ver a Spoletosfera.

Spoletosfera

A Spoletosfera é uma estrutura chamada "geodésica". Ela foi doada à cidade após a exposição ao ar livre “Esculturas”.
O que fazer em Spoleto
Ao ser coberta, a Spoletosfera pode funcionar como um local para shows e exposições.

Aliás, falando em exposições... Uma curiosidade é que a cidade recebe sempre festivais...
O que fazer em Spoleto
Um dos principais é o Festival de Arte de Spoleto que acontece, geralmente, em setembro. Isso justifica a cidade possuir várias, mas várias mesmo, obras de arte espalhadas. Você está andando e, de repente, pá... Aparece uma obra...
O que fazer em Spoleto
Depois do Parque Chico Mendes, fomos com a intenção de conhecer o Museu Arqueológico do Estado. Masss, ele estava fechado...

Museu Arqueológico do Estado

No Museu Arqueológico do Estado é possível ver materiais recolhidos das escavações na cidade e ao redor.

Falando em museus fechados, outro que também estava fechado, mas que parecia ser muito interessante era o Museu do Tecido e dos Costumes.

Museu do Tecido e dos Costumes

O Museu do Tecido e do Costumes apresenta os artefatos dos século XIV ao XX. São vestimentas, acessórios e tecidos.

Para terminar, Spoleto também possui o melhor sorvete do mundo. E justo no meu sabor preferido... Pistache! Mas isso vai ficar para um outro post...
O que fazer em Spoleto
Espero que tenha gostado de Spoleto.
Até amanhã.

Um super beijo,

Carolina

Nós ficamos no Hotel Vitória e foi uma excelente experiência. Caso você queira reservá-lo, aproveite o link do nosso parceiro Booking.com. Nós reservamos com toda comodidade e só pagamos lá no hotel.

aqui


Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search