05 abril 2019

Perugia, a capital da Umbria, em um bate e volta a partir de Spoleto

Olááá! Tudo bem? Hoje é dia de conhecer Perugia, a capital da região da Umbria, na Itália. Vamos lá...

Fomos parar na Perugia porque tínhamos um dia livre no nosso roteiro pelas cidades da Umbria (Assis, Cascia e Spoleto). E foi uma grata surpresa...
Perugia a capital da Umbria
A chegada já foi algo mágico... A gente foi de trem a partir de Spoleto. Na estação de Perugia, seguimos em direção ao minimetro, um monotrilho que leva o visitante da estação de trem até o centro histórico (que fica em uma parte mais alta). 
Perugia a capital da Umbria
Claro que daria para ir de ônibus também, mas a experiência de andar no minimetro foi muito interessante... 
Perugia a capital da Umbria
Minimetro
A estação do minimetro é bem próxima ao centro histórico da cidade. Você chega na região do Mercato e logo já está na Piazza IV Novembre. Essa praça guarda tesouros para o começo da visita em Perugia. 

Nela estão localizadas a Fontana Maggiore, a Catedral de San Lorenzo e o Palácio dei Priori.

A Fontana Maggiore foi construída entre 1278 e 1280. Ela é feita com duas bases poligonais concêntricas. A base inferior possui baixos-relevos que exibem os 12 meses do ano acompanhados pelos signos do Zodíaco. Já a base de cima é decorada por 24 pequenas estátuas representando santos e personagens históricos.

Bem pertinho da Fonte Maggiore está a Catedral de San Lorenzo. Sua construção levou 190 anos e as fachadas ainda estão incompletas.
Perugia a capital da Umbria
Catedral de San Lorenzo
Do lado oposto a Catedral de San Lorenzo está o Palazzo dei Priori. Construído em estilo Gótico do século XIII ao XVIII, ele engloba o Rol dos Notórios, a Torre dos Sinos e o Portal do Século XIV. Nele também está localizada a Galeria Nacional da Umbria, com muitas exposições de obras de arte. 
Perugia a capital da Umbria
Pallazo dei Priori e parte da Fonte Maggiore
Visitadas essas preciosidades de Perugia, é só seguir pelo Corso Vannucci em direção a Piazza della Repubblica. Perto dessa praça esta a Piazza Italia. 
Perugia a capital da Umbria
Aqui acontece uma feira com produtos naturais.
Perugia a capital da Umbria
Ao lado da Piazza Italia mais uma mágica acontece... Você desce por uma escada rolante e chega a uma cidade subterrânea... Ali está a Rocca Paolina.
Perugia a capital da Umbria
A Rocca Paolina foi construída no final da Guerra do Sal 1540 por Paulo III Farnese. Ela foi usada como esconderijo para os religiosos em vários momentos da história. O símbolo do domínio papal foi parcialmente destruído em 1840, mas reconstruído por Pio IX. Atualmente, possui um espaço de exibição e um museu.

Da Rocca Paolina é possível sair pela Porta Marzia e chegar ao Giardini Carducci. Lá tem uma bela vista da região da Perugia.
Perugia a capital da Umbria
Voltando para a via principal, você pode se perder (literalmente) pelas vias laterais. Há vários mirantes de observação da paisagem. Afinal, você está no alto, né?
Perugia a capital da Umbria
No entanto, decidimos seguir pela via principal, passar novamente pela Piazza IV Novembre para chegar ao Aqueduto do século XIII e à Via Apia.
Perugia a capital da Umbria
Com 5 km de extensão, o aqueduto foi construído no século XIII para levar água do Monte Pacciano para a Fonte Maggiore. Foi abandonado como aqueduto no século XIX. Hoje é usado como caminho. E nós passamos por ele. 

Já que estávamos em um local mais afastado da cidade, decidimos caminhar mais dois quilômetros para conhecer o Templo de Sant'Angelo, a mais antiga igreja da cidade. Ela foi construída nos séculos V e VI. 

Bom... O problema foi que ao chegar lá estava havendo um casamento...
Perugia a capital da Umbria
Só porque eu invadi o casamento, todas as minhas fotos do Templo de Sant'Angelo saíram manchadas, ha ha ha ha
Ficamos um bom tempo aguardando para ver se a cerimônia acabava e nada. Até que pensei:
Não vim aqui andando kms para chegar e não ver o que tem dentro. 
Na cara de pau, entrei com a cerimônia rolando e pude observar o interior. Só não fiz um book porque achei que seria mais cara de pau ainda... A gente tem uma certa cota de cara de pau, né? Não dá para abusar demais...
Perugia a capital da Umbria
Interior do Templo de Sant'Angelo
Voltamos do Templo de Sant'Angelo, passamos pelo Arco Etrusco e chegamos novamente à Piazza IV Novembre.
Perugia a capital da Umbria
Aí ficamos fazendo uma hora na rua principal (Corso Vannucci) antes de retornarmos a Spoleto. Aliás, nessa rua está a loja a Perugina, uma das maiores fábricas de chocolate do mundo. Inclusive, há a possibilidade de visitação à fábrica. Como nós decidimos em cima da hora, não conseguimos reservar. Mas, pense na possibilidade... E nem conseguimos visitar a loja, porque ela estava fechada e só abriria bem mais tarde...
Perugia a capital da Umbria
Se você é um chocólatra, em outubro ocorre na cidade um festival chamado Eurochocolate. Tudo o que você imaginar de chocolate é vendido nessa época. Imagine o cheiro que fica por ali... Deve ser maravilhoso!

Falando em festivais, a Perugia também abriga um festival de Jazz. É o Umbria Jazz Festival. Ele ocorre em julho!

Para ter uma noção de onde estão os pontos turísticos da Perugia, confira o mapa abaixo...
Perugia a capital da Umbria
Para terminar, uma curiosidade... Sabia que a Perugia tem uma cidade irmã brasileira? Sim, Manaus é a cidade irmã da Perugia. Legal, né?

E aí? Gostou da Perugia? Conte aqui nos comentários... E se você quiser ler os outros posts sobre essa viagem pela Itália (Roma, Assis, Spoleto, Cascia, Norcia e Florença), dá uma conferida no campo de busca do Viajar correndo.

Espero que tenha gostado!
Até amanhã!

Um super beijo,

Carolina
Aqui

Para saber mais sobre as cidades-irmãs visite o post

Precisa de hotel na Perugia? Pesquise e reserve usando o nosso link do Booking. Você não paga a mais por isso e ainda ajuda o Viajar correndo a receber uma comissão. Obrigada!

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos...
Responderei o mais breve possível! Então, volte para ver sua resposta. Ou então, bem mais fácil: marque o "notifique-me" para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.
Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search