25 janeiro 2013

As aventuras em Dubai...

Dubai

Bom, hoje é o dia que antecede a Maratona de Dubai. Eu sei que não postarei isso antes de amanhã, porque eu teria que descer ao lobby (onde a Internet é gratuita) para postar. Como estou mortaaa, não farei isso. Então, amanhã, eu posto tanto este relato, quanto o da Maratona... Vamos lá?

Vamos retroceder um pouquinho? A viagem... 

Apesar de longa (13 h), considero que a viagem passou MUITO rápido. 

No Aeroporto do Galeão, já fiz amizade com a Flávia, que estava indo ao Sri Lanka (está vendo? Vocês me chamam de doida, mas tem gente que vai para lugares mais exóticos que eu e SOZINHA!). 

Não sentamos juntas, mas ficamos razoavelmente perto. Então, era um motivo para caminhar e fazer alongamentos durante o voo.


A experiência de voar Emirates

O que eu achei da Emirates

Primeiro, simulação do céu do planeta no teto foi TUDO de lindo. Eu amo estrelas, né? E o mais interessante: sentei na parte perto do Cruzeiro do Sul. Eu considerei isso uma MENSAGEM de que tudo dará certo... Olha aí a tentativa de tirar foto do “céu”...

Como é viajar de Emirates para Dubai
O teto do avião da Emirates... E eu ainda fiquei embaixo do Cruzeiro do Sul. Amei!
As comidinhas foram legais também (mas acho que Air France é mais poderosa nesse sentido)... 

O espaço entre as poltronas também estava bom...

A programação do entretenimento a bordo foi MARAVILHOSA (né, Flávia?)...

No entanto, a tripulação estava meio “azeda”. Tirando isso, foi bem legal... 

Vi até um documentário sobre a construção do “Burj” (já sou íntima) que Weyber e Guilherme, que trabalham comigo, tinham comentado.

Pegamos MUITA turbulência e o avião desviou a rota diversas vezes. Aí eu penso: 


"a pessoa quer assistir a programas como “May Day” e “Catástrofes aéreas”. Mas, quando viaja, fica imaginando se o motivo de estar desviando a rota pode ser algo mais grave". 

É muito neurótica mesmo... 


No aeroporto de Dubai

Por causa das turbulências e do alto tráfego aéreo no aeroporto, chegamos “atrasadas” em Dubai. Flávia foi para a sua conexão e eu fui comprar meu visto. Até que foi bem tranquilo. O que demorou mesmo foi passar no controle dos passaportes... Paciência. 

Claro que quando consegui sair, já estava muito tarde e não tinha mais metrô. Putz, fui enfrentar um táxi. 

Alguém do laboratório tinha me falado da questão de táxis para mulheres. E não é que foi no que eu vim? Um táxi branco, com a parte inferior pintada de rosa e dirigido, claro, por uma mulher. Não tirei foto porque estava meio ansiosa para chegar ao hotel, mas vou tirar no sábado quando for embora.

Dubai

Hotel em Dubai

Finalmente, hotel Ibis Mall of Emirates

Havia lido em um site conceituado de viagens sobre esse hotel. Eu o escolhi porque lá dizia que ele estava localizado “dentro do shopping”. 

Pensei que deveria ser igual ao que fiquei no Egito e isso foi  muito prático. NADA DISSO, o hotel não fica dentro do shopping e o acesso era distante. 

Ontem, eu estava muito cansada para reclamar mentalmente, mas hoje... Ha ha ha...


Passeio em Dubai

Estava tão aloprada que não calculei a hora direito e coloquei o despertador para tocar uma hora mais cedo do que eu havia previsto acordar. Mas isso eu só fui descobrir quando cheguei ao shopping (aquele, que tem o hotel "dentro dele", he he he) para pegar o ônibus Hop on Hop off

Fui perguntar de onde o ônibus saía e o segurança falou: 


“Mas só às 9h”. 
E eu ainda me achei na razão de dizer que já eram 9h30m.



“Não, senhora (ui..), são 8h30m”. 

Bom, fiquei esperando o bus e quando veio, percebi que fiz O MELHOR NEGÓCIO DO MUNDO para minha experiência de Dubai. 

Isso porque pude, descansando e em pouco tempo, passar por todos os pontos turísticos de Dubai nova (a velha eu devo fazer amanhã, se a perna suportar). 

Como aqui o auge são as construções, não teria muita coisa para ser vista além de tirar fotos em frente às edificações, né? 

Olha elas aí:

Arquitetura em Dubai
Arquitetura em Dubai...

Arquitetura em Dubai
Arquitetura em Dubai...

Arquitetura em Dubai
Esse é o Shopping Wafi. Lá é tudo relacionado ao Egito. Tem até show de luzes..

Arquitetura em Dubai
Achei muito interessante essa forma de mostrar o número de vagas no estacionamento. Isso não existia no Brasil na época...

Arquitetura em Dubai
Hotel Jumeirah. Ele lembra uma onda...


Hotéis em Dubai
Hotel Burj Al Arab, o único hotel 7 estrelas do mundo...

Hotéis em Dubai
Hotel Atlantis

Arquitetura em Dubai
Arquitetura em Dubai...

Bom, fiz o passeio com a volta completa e aí segui para o Dubai Mall. O hotel da entrega do kit da corrida era razoavelmente perto desse shopping. 

Digo razoável, porque acho que andei uns 5 Km. Mas foi bom, para preparação pré prova (e a minha perna não doeu, milagre!).

Hotéis em Dubai
Hotel Marriot, onde aconteceu a entrega dos kits da Maratona de Dubai

De lá, fui fazer hora no Dubai Mall. Cara, para quem ama comprar, aquilo lá é o paraíso. Como eu sou um peixe fora do aquário em relação a compras, fiquei enrolando. 

Falando em aquário, o Dubai Mall tem um mega aquário em seu interior. No entanto, eu não consegui achá-lo desta primeira vez (só quando voltei em 2014).

Queria porque queria acessar a internet. Aí achei um café que tinha acesso se a pessoa consumisse algo. 

Bom, como estou meio enrolada por conta do fuso e não tenho conseguido comer direito, pensei: 


“tomo um smoothie, serve como almoço e eu ainda uso a internet”. 

TOLA. Paguei caro por uma bebida pequena (pelo menos estava boa) e a internet não conectava de jeito nenhum!!!!!!!!!!!!!!


Dubai Mall o maior shopping em Dubai
Achei esse teto do Dubai Mall muito maneiro...


Dubai Mall o maior shopping em Dubai
Eu e o smoothie absurdo para tentar conectar à internet

Como me revoltei com a internet e já era quase a hora de subir ao Burj Khalifa, lá fui eu esperar. 

Entrei e peguei um bom lugar na fila. Na hora de passar pelo detector de metais e afins, a segurança disse que eu estava com uma garrafa. Lembrei que tinha comprado uma garrafa de 1,5 L de água e na hora pensei: 


“eu bebo toda essa água, mas não vou jogar” (ha ha ha). 


“Não, senhora (ui 2), é outra garrafa”. 

Putz... A garrafa com uma bebida doida que eles deram no kit da corrida. Ela era de vidro. 

Não queria beber porque como é algo diferente, vai que me faz mal? (vou carregar o peso até o Brasil para beber. Se der revertério, estou em casa e na minha língua para correr ao médico). 

Ela sugeriu deixar num guarda-volumes lá fora (que era apenas para os Vips, então o menino colocou a minha bolsa no chão sem ser no espaço reservado ao povo chique...).


Burj Khaliffa


Subindo ao Topo do Burj Khalifa

É uma viagem subir até o 124º andar. Você passa por detector de metais, sobe algumas escadas, passa por esteiras, aí enfrenta uma outra fila e pega o elevador, finalmente. 

O elevador sobe cada andar em menos de 10 segundos, então, para quem tem problemas, haja zumbido no ouvido!



Como visitar o Burj Khalifa
Esse pensamento foi mais uma mensagem para a corrida...

Como visitar o Burj Khalifa

A visão estava meio turva devido à “névoa do deserto”, mas foi interessante. Claro que tive medo de chegar perto do vidro, mas fui (tem partes que são abertas). Afinal, subir e não ver as coisas? 

Como visitar o Burj Khalifa

Como visitar o Burj Khalifa

Fiquei uma meia hora por lá, mas decidi descer porque estava meio cansada e com muito peso nas costas. Além disso, tinha que voltar ao hotel para arrumar tudo para amanhã e descansar também. 


Como visitar o Burj Khalifa
E o Sol se põe em Dubai...

Como visitar o Burj Khalifa
Burj Al Arab na névoa do deserto

Como visitar o Burj Khalifa
Eu e o medo de altura, ha ha ha...


Pretendia ver o show das águas, mas, pelo mesmo motivo anterior, decidi que, se der, eu vejo amanhã. Se não, acho que não fará tanta diferença assim (ele só começa às 20h30m e ainda eram 18h, mais um motivo...).

Agora, tudo está arrumado, todas as máquinas carregadas e eu vou dormir (são 17h aí no Brasil) para amanhã madrugar e seguir o caminho da largada. 


Maratona de Dubai
Afinal, amanhã é o grande dia...
Ah, e ainda tem isto: aqui ninguém sabe dar informação...

Então, na estação em que peguei o metrô, eu falei para o cara que me vendeu: 


“Qual é o primeiro horário do metrô do Mall of Emirates para o Dubai Mall?”


“Só 13h”... 

Como assim, né? Mas enfim, ele trabalha, ele sabe. 

Entretanto, aquela pulga não saiu da minha orelha e eu resolvi perguntar ao segurança da estação do Mall of Emirates e ele disse “6h”. 

Eu ainda confirmei (“da manhã”?) e expliquei que era para a largada da Maratona de Dubai e ele falou de novo: 


“O primeiro passa às 6h, depois de 10 em 10 minutos passam outros”. 

Vamos ver amanhã, em mais uma capítulo de “As aventuras de uma corredora pelo mundo árabe” (roubei o título do Victor, do Pulso)...

Super beijo meus queridos...

Carolina


Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search