quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Holambra, visita à Expoflora...

Um mundo de flores 

Olááá! Tudo bem? Como o Facebook me fez recordar que há um ano fomos a Holambra, resolvi escrever um pouco sobre a experiência de visitar a Expoflora (que, inclusive, está acontecendo desde o dia 28 de agosto e irá até dia 27 de setembro. Ainda dá tempo para ir, principalmente, os amigos de São Paulo). Vamos lá?
Essa aventura contou com a presença do meu pai, do meu noivo (que ainda não era noivo na época he he he) e dos amigos Marcia e Marcio.

Fomos até Campinas e, de lá, alugamos um carro. Holambra fica a 63 quilômetros do aeroporto. Como chegamos na sexta feira à noite, a estrada estava muito cheia, o que nos fez demorar um pouco. 

Chegamos ao hotel, realizamos todos os trâmites e fomos jantar. O hotel ficava próximo a uma ruazinha com bares e restaurantes. Então, lá fomos nós, a pé mesmo...

Uma curiosidade... O nome Holambra deriva de HOLanda, AMérica e BRAsil, HOLAMBRA! Legal, né?

A Expoflora

No dia seguinte era o grande dia: visitar a Expoflora. Como o hotel ficava próximo ao local do evento, fomos a pé. No entanto, há estacionamento pago. Depois de passar um dia inteiro andando pela feira, acho que teria sido legal voltar de carro, ha ha ha.

Holambra

Árvores em Holambra Expoflora

Holambra


Lá há várias atividades:

1) Exposição de flores e plantas ornamentais

O carro-chefe da Expoflora é a exposição de arranjos florais que em 2015 teve como tema “Flores, Sabores e Sensações”. 

Organizada pelos decoradores e paisagistas holandeses Jan Willem van der Boon e Jessica Drost, a exposição é uma grande vitrine para as novidades do setor. 

Afinal, permite que as novas variedades de flores e plantas ornamentais sejam testadas quanto ao gosto do público e preferência do consumidor antes que os produtores invistam na produção em larga escala para o abastecimento do mercado.

Holambra

2) Chuva de Pétalas e Parada das Flores

Essas atrações são inspiradas no desfile de encerramento das atividades diárias do parque da Disney. Primeiro acontece a Parada das Flores (às 16h). Em seguida, tem a Chuva de Pétalas (às 16h30). 

Para a realização da Chuva de Pétalas são necessários 150 quilos de rosas, o equivalente a 18 mil flores, aproximadamente, por dia. Eu acho isso um gasto absurdo e desnecessário de flores. 

Há um equipamento especialmente instalado em uma grande área livre que lança as pétalas e as pessoas ficam embaixo tentando pegar. Isso porque diz a tradição que quem pegar uma pétala ainda no ar tem o seu desejo realizado.

Nos fins de semana, às 17h30, há o lançamento de pétalas através de um helicóptero, o que dobra a quantidade diária flores utilizadas.

Eu perdi todas as minhas fotos de Holambra, inclusive os vídeos da chuva de pétalas (isso eu só descobri quando fui escrever esta postagem. Tristeza...)

3) Mostra de paisagismo e jardinagem

São diversos ambientes apresentados por paisagistas, decoradores e designers de interiores com sugestões para que os visitantes façam em seus jardins.
  
Jardins Holambra

Jardins Holambra

Jardins Holambra

Jardins Holambra

4) Shopping das Flores

Local de venda de sementes, mudas e vasos de plantas. A gente não sabia que podia trazer normalmente no avião. Então, compramos somente bulbos e sementes. E ainda demos um jeito de “disfarça-los” para passar na fiscalização. 

Aí quando estávamos passando, muitasssss pessoas com vários vasos. Perguntei à agente se aquilo era permitido e ela, muito naturalmente, disse que sim, ha ha ha. Fiquei com muita raiva de mim, ha ha ha.

5) Culinária Holandesa e Brasileira

Muitos pratos típicos. No entanto, almoçamos em um restaurante que você pagava um valor e comia livremente. 

O achado maior em relação à culinária típica foi o Stroopwafel (waffel recheado com caramelo de melaço de cana), o famoso “biscoito de Natal” de Carolina Borges. Eu conheci esse biscoito na minha viagem pela Holanda no ano passado. Que delícia!!!!

Expoflora Holambra

Havia um mega caminhão de Amstel. Mas, naquela época, eu não conhecia essa cerveja maravilhosa e perdi a oportunidade de saboreá-la...

Expoflora Holambra

Expoflora Holambra

6) Passeio turístico

Realizado pelas ruas da Holambra durante a Expoflora, o Passeio Turístico mostra aspectos da história e a arquitetura da ex-colônia holandesa no Brasil. Além disso, visita-se um dos campos de flores de Holambra e o moinho de vento, construído em tamanho natural. 

O embarque é feito dentro do espaço da Expoflora e o passeio dura cerca de 50 minutos. Para entrar no moinho, pagamos R$ 6,00 (valor de agosto de 2014). Lá dentro tem diversas informações sobre as árvores utilizadas na construção dele e informações gerais sobre moinhos.

Expoflora HolambraExpoflora Holambra

7) Danças típicas holandesas

Jovens holambrenses apresentam-se diariamente, a partir das 14h30, nos quatro palcos do recinto. Segundo dados do site do evento, é o único no mundo a reunir coreografias de distintas regiões da Holanda, graças a um intenso trabalho de pesquisa realizado pelo professor Piet Schoemaker. 

As danças são inspiradas na natureza (dança da chuva, do pica-pau e a polca no gelo, que lembra a patinação), nas profissões e ofícios (sapateiro, lavadeiras, marinheiro, do ato de bombear água, da preparação da cerveja), nas colheitas (carregador de feijão, cevada madura) ou mesmo em histórias sobre a origem e as tradições do povo holandês, representadas por meio de valsas, marchas, mazurcas e o schots (que virou xote).

8) Museu Histórico Cultural de Holambra

Localizado próximo ao evento e com entrada gratuita. De acordo com o site do evento, o Museu guarda toda a história da imigração e colonização holandesa para o Brasil. 

Ao lado do Museu os turistas podem conhecer réplicas das casas de pau-a-pique e alvenaria devidamente mobiliadas, habitadas pelos pioneiros, além de uma exposição de maquinários e tratores antigos.

Expoflora HolambraExpoflora Holambra







Além disso, há locais para compras de lembrancinhas.

E quanto custou tudo isso? 

Os ingressos para a Expoflora custaram R$ 38,00. O passeio turístico foi pago a parte e custou R$ 18,00 (e se quiser entrar no moinho, mais R$ 6,00) (Valores para 2014). 

O evento abre às 9 horas e, claro, no início é bem mais vazio do que ao longo do dia. Até porque as pessoas querem ver a parada das flores e a chuva de pétalas à tarde. Então, chegue cedo...

Voltando para casa...

A volta para Campinas foi super tranquila. Chegamos cedo ao aeroporto e ficamos lá esperando. Tudo estava indo muito bem até que... O tempo fechou de uma forma absurda, começou a ventar muito e desceu uma cerração.

O tempo mudou e, simplesmente, o nosso super avião da Gol não chegou, ou melhor, atrasou. Com isso, não conseguiríamos chegar a tempo em BSB para pegar a conexão (SIM!!!!! A GENTE IRIA A BRASÍLIA PARA DEPOIS DESCER PARA O GALEÃO). 

Ahhhh, importante dizer que esse não era o nosso voo original. Quando compramos ele iria direto de Campinas para o Santos Dumont, mas foi alterado para esse que voltaria passando por Brasília. Vai entender...

Corre de um lado, corre de outro, fomos remanejados para o voo da Azul. Essa seria a minha primeira experiência com a Azul e ainda chegaríamos mais cedo no Rio. Pois bem... 

Pegamos uma turbulência absurda e a comissária avisou: “devido ao problema da turbulência, não haverá serviço de bordo”. Como assim?????? Já tinha ouvido vários elogios sobre o lanche da Azul (e eu AMO lanches!). Poxa... Não foi dessa vez que pude experimentar o lanchinho deles, ha ha ha...

Espero que tenha gostado!

Até domingo!

Super beijo

Carolina


Assine nossa newsletter



Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

10 comentários:

  1. Carol!!!!!!Quero conhecer Holambra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena Tatiana. Qualquer dúvida, pode perguntar!

      Excluir
  2. Que viagem legal. Muito bonito! Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Também amo lanches de avião e ia ficar mega decepcionada! hahahah Não tinha ideia de que Holambra tinha tantos pontos turísticos. É mais um lugar pra minha lista :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Elisa, foi muito triste não ter lanchinho, ha ha ha ha...
      Coloque na sua lista sim, é um lugar muito bonito. Lembrando que a Expoflora acontece entre agosto e setembro. Já vai se programando, he he he... Qualquer dúvida, pode perguntar...
      Beijos
      Carolina

      Excluir
  4. Que bom, Carolina! Vc agora , gosta de cervejas! Foi uma super viagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. He he he he, pois é Marcia... Perdi uma chance de beber Amstel, uma cerveja excelente!!!! Ha ha ha ha...
      Super beijo...

      Excluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...