domingo, 19 de março de 2017

Um dia em Petrópolis, a Cidade Imperial

Olááá! Tudo bem? Como no dia 16 de março foi o dia do aniversário da fundação de Petrópolis, o post de hoje é sobre a Cidade Imperial. Fizemos um bate e volta a Petrópolis em fevereiro e, em breve, publicarei posts específicos sobre algumas das atrações que visitamos. Entretanto, nesta publicação vou falar como foi o nosso roteiro pela cidade e um pouco da história desse local tão interessante. Vamos lá?
Petrópolis é um município da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro. Ele está localizado a 68 Km da capital.

Seu nome é em homenagem ao seu fundador, D. Pedro II (Petrus + Polis). Acho que já dá para imaginar o motivo de Petrópolis ser conhecida como Cidade Imperial, né? Na verdade, ela era a rota preferida de D. Pedro II para seus momentos de lazer e repouso.

Um pouco da história de Petrópolis

A região onde está Petrópolis era habitada por índios. Com a descoberta de ouro em Minas Gerais, foi aberto um caminho novo para as minas, que passava por Petrópolis. Então, começou a ocupação do local por pessoas que não eram índios.

Em 1822, o imperador D. Pedro I estava seguindo para Minas Gerais pelo Caminho do Ouro. Durante uma parada, ficou encantado com a região. D. Pedro II, seu filho, em 1843, assinou um decreto determinando o assentamento de uma povoação e a construção de um palácio de verão. Esse palácio hoje abriga o Museu Imperial.
.
O local só foi elevado à categoria de cidade em 1857.

Nosso roteiro em Petrópolis

Fomos de ônibus a partir da Rodoviária Novo Rio. Chegamos a Petrópolis uma hora e meia depois. A rodoviária da cidade agora está em Bingen. Logo, tivemos que pegar um ônibus urbano para chegar até o Centro.

A intenção era começar pelo Museu Imperial e depois seguir para as outras atrações. No entanto, o Museu só abriria às 11 horas e ainda eram 9h30m. Sendo assim, caminhamos alguns poucos metros e chegamos à Catedral de São Pedro de Alcântara.

Essa Catedral abriga, em seu interior, o Mausoléu Imperial. Nesse local, estão os restos mortais de Dom Pedro II. Como estava no momento de missa, não pudemos ver o Mausoléu. Então, ficamos só observando o lado externo mesmo.

Petrópolis - Cidade Imperial
Um ângulo da Catedral de São Pedro de Alcântara

Seguimos pela rua em frente à Catedral e chegamos à Praça da Liberdade. Lá encontramos um serviço de informações turísticas que estava funcionando (o que havia perto do Museu Imperial estava fechado). Com isso, conseguimos pegar um mapa da cidade.

Em seguida, fomos à Casa de Santos Dumont, bem próxima à praça. A casa foi projetada pelo próprio e é conhecida como “Encantada”. Atualmente, ela é um museu dedicado ao inventor. 

Petrópolis - Cidade Imperial
A Casa de Santos Dumont

Achei alguns pontos interessantes na casa:
  • Não há cozinha (a comida ia de um hotel que funcionava em frente à casa);
  • O primeiro degrau da escada obriga as pessoas a entrarem na casa com o pé direito;
  • Há um observatório astronômico na casa (adoro).

Vimos uma placa indicando a direção para o Trono de Fátima. Era um lugar sobre o qual eu não tinha muitas informações, mas sabia que queria ir. O responsável da Casa de Santos Dumont nos indicou um atalho a partir da casa e nós SÓ andamos um quilômetro (com muita subida) até o Trono.

Petrópolis - Cidade Imperial
Trono de Fátima

Na verdade, o Trono de Fátima foi construído em 1947 para ser um local de peregrinação. Por estar em um ponto bem alto, oferece ao visitante uma visão panorâmica de Petrópolis.

A volta foi mais fácil, uma vez que era uma descida, he he he... Fomos até a antiga fábrica da Cervejaria Bohemia. Compramos nosso ingresso e fizemos o tour guiado. Foram oferecidas três degustações de três tipos de cervejas. Claro que experimentei todas (mesmo não bebendo). Imagine como ficou a minha situação ao final do passeio... Aproveitamos e almoçamos por lá mesmo.

Petrópolis - Cidade Imperial
Na primeira degustação

Ao lado da Cervejaria Bohemia, está o Palácio de Cristal. Um local famoso de Petrópolis, que foi um presente de Conde dEu para sua esposa, a Princesa Isabel. O Palácio de Cristal foi construído na França e trazido ao Brasil desmontado. Ele foi palco para a “celebração” da abolição da escravatura pela nobreza, em 1988.

Petrópolis - Cidade Imperial
Palácio de Cristal

Do Palácio de Cristal, seguimos para o Museu Imperial. Ingressos comprados, andamos um pouco pelos jardins antes de entrar no Museu.

Petrópolis - Cidade Imperial
Entrada do Museu Imperial

Na entrada, já recebemos as famosas pantufas. Elas são essenciais para a visita.

Não era permitido fotografar no interior do Museu, massss, claro, sempre tem um esperto. Vimos duas pessoas fotografando escondido. Apesar de haver um guarda perto, nada foi falado e elas conseguiram seus registros.

Terminada a visita, descansamos no jardim. Após esse processo de paz, fomos a uma praça próxima ao Museu e pegamos um táxi em direção ao Palácio Quitandinha.

O Palácio Quitandinha foi construído para ser o maior hotel-cassino da América Latina. Naquele dia, não havia visita guiada e, por isso, ficamos livres. 

Petrópolis - Cidade Imperial
Interior do Palácio Quitandinha

Havíamos marcado com minha amiga Sabrina no Quitandinha. Ela mora em Petrópolis e fazia tempo que não nos encontrávamos. Foi ótimo revê-la. 

Petrópolis - Cidade Imperial
Com Sabrina, na entrada do Palácio Quitandinha

E ainda ganhei um presente lindo!!! Ela me deu porque achou “a minha cara”. Por que será? Aproveito para agradecer novamente pelo mimo! AMEI!!!

Petrópolis - Cidade Imperial
Clips em formato de avião

Como chegar a Petrópolis

Da cidade do Rio de Janeiro, é só seguir pela BR-040 e subir a serra.

Também é possível ir de ônibus. Há saídas do Terminal Novo Rio, da Barra da Tijuca, de Copacabana e do Castelo. Confira o site da empresa Única para conseguir maiores informações sobre horários e valor da passagem. O desembarque em Petrópolis, como disse, é feito na rodoviária de Bingen. Há um ônibus que leva direto ao Centro ou é possível ir de táxi.
Espero que tenha gostado dessa “geral” de Petrópolis. Em breve, vou publicar posts específicos sobre:
  • Museu Imperial
  • Casa de Santos Dumont e Trono de Fátima
  • Cervejaria Bohemia

Fique ligado!!
Parabéns Petrópolis pelos seus 174 anos!!!
Até domingo

Um super beijo

Carolina

Assine nossa newsletter
Assine nossa newsletter

Está programando uma viagem? Então, compre suas passagens aéreas através dos banners dos parceiros (LATAM e Avianca) do blog Viajar correndo. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a receber uma comissão.

_Promo USA 728x90


Aproveite e reserve também seu hotel através do Booking.com. Clique no banner abaixo e faça sua reserva facilmente...



Pesquise e alugue seu carro através da Rentcars.com. Clique no banner abaixo e consiga as melhores ofertas!

Viajar correndo

E, claro, não se esqueça do seguro viagem... A Seguros Promo é uma empresa que oferece um serviço de comparação de preços de seguro viagem. 


E, ao usar o cupom VIAJARCORRENDO5, você recebe 5 % de desconto no total da sua compra. Ficou interessado? É só clicar no banner acima...



Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

18 comentários:

  1. Recomendo muito o passeio!! Minha cidade é linda e a Carol retratou a muito bem!! Sabrina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Sabrina!!!! E foi muito bom encontrar vocês (mesmo tendo sido tudo corrido, he he he!).
      Um super beijo!!!
      Carolina

      Excluir
  2. Oi, Carol!
    Não sabia que era viável passar um dia só em Petropolis.
    Fui para lá quando criança e é uma cidade que merece um retorno!
    Pena mesmo que vocês não conseguiram visitar o Palácio.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi!!! Chegando cedo e tendo pique para andar, dá sim, he he he! No entanto, claro, existem outras atrações que podem ser mais bem exploradas com mais calma, né?
      Uma boa semana!
      Super beijo
      Carolina.

      Excluir
  3. Poxa, agora fiquei triste! Estive em Petrópolis e não vi NADA da cidade, pelo visto! Como tem coisa bonita e interessante para ver, visitar, conhecer! Preciso voltar urgente! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, como assim Analuiza!!???? Petrópolis tem muitas atrações interessantes! Volta sim! E tem corridas bem legais por lá também!!!
      Um super beijo!
      Carolina

      Excluir
  4. Como assim com o pé direito? Fiquei curiosa em saber como é essa estratégia na escada, rs. Petrópolis é um lugar histórico que precisamos conhecer para entender mais da nossa história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabíola... É que a escada é feita de uma maneira onde o lado esquerdo é menor. Então, você é obrigado, para não cair, a pisar com o pé direito no primeiro degrau... Espero que tenha conseguido explicar, he he he...
      É uma cidade, realmente, de muita história! Vale a pena a visita...
      Um super beijo
      Carolina

      Excluir
  5. Que saudades de Petrópolis, fui quando era criança, lembro muito bem do Museu Imperial, das pantufas e principalmente da minha mãe me dando sermão, porque eu ficava correndo e escorregando pelos corredores kkkkkkk, viu, também gosto de corridas. Agora fiquei com saudades, terei que voltar. Ótimo post! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Cleber. Que bom que o post te trouxe recordações boas... O tempo passa e as crianças continuam com os mesmos hábitos: tinham várias fazendo a mesma coisa que você fazia, he he he...
      Boa semana!
      Abraços
      Carolina

      Excluir
  6. Roteiro perfeitinho para um dia em Petrópolis mesmo!!! hahaha Acredita que fui várias vezes e ainda não me arrisquei na cervejaria? Acho que é porque não sou tão fã da coisa, sei lá. rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Day! Eu também não sou fã de cerveja, mas adoro ver os processos de fabricação (de tudo, na verdade... Falou que tem passeio que mostra como faz alguma coisa, estou lá). Tenta ir um dia com essa vibe de conhecer porque você vai gostar!
      Boa semana!
      Beijos
      Carolina

      Excluir
  7. Ótimo relato! Conheço alguns dos pontos que você citou, mas a cidade merece mais tempo do que os turistas geralmente separam, como foi o meu caso.
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amilton! Realmente, se tiver mais tempo disponível, é muito melhor, porque dá para ver e fazer as coisas com mais calma. Como a gente só foi passear por um dia mesmo, tivemos que "sugar" o maior número de atrações em pouco tempo, he he...
      Abraços,
      Carolina

      Excluir
  8. Adorei o roteiro! Petrópolis tem muitas atrações interessantes!
    Curti a Cervejaria Bohemia e o Museu Imperial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Juliana! E tem mais coisas legais, né? Mas o tempo não nos permitiu, he he he...
      Abraços,
      Carolina

      Excluir
  9. A primeira vez que fui a Petrópolis foi só pra visitar uma amiga, mas depois senti vontade de "turistar" de fato e na segunda vez fiz um roteiro bem parecido com o seu. Me encantei pela cidade e pelo clima gostoso dela. É um passeio que vale muito a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, é uma cidade que possui um clima bem peculiar! Sempre me sinto bem quando vou!!!
      Uma boa semana!
      Abraços,
      Carolina

      Excluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...