12 abril 2017

Meia Maratona de Chapecó, comemorando os 100 anos da cidade

Olááá! Tudo bem? Fazia tempo que não viajava para participar de uma corrida. Depois desse longo tempo, finalmente, fomos participar da Meia Maratona de Chapecó, em Santa Catarina. Se há uma palavra para resumir essa experiência, ela só pode ser gratidão. Quer saber o motivo? Vamos lá...

A decisão para participar dessa prova surgiu no ano passado durante uma conversa com meu amigo corredor Marcelo Jacoto. 

Depois que corri a Meia de Pomerode fiquei encantada com a organização das provas da Corre Brasil. Ao comentar com Marcelo sobre isso, ele disse que já tinha feito várias deles e que iria fazer Chapecó em 2017. 

Como a gente nunca teve a oportunidade de fazer uma mesma prova, achei que seria uma ótima chance. Afinal, sempre vou “nos passos de Marcelo”, já que ele sempre faz as provas antes de mim.

E Chapecó estaria completando 100 anos em 2017. Logo, imaginei que a festa seria maior. Então, sendo assim, era só aguardar o período das inscrições.
Meia Maratona de Chapecó
Placa comemorativa pelos 100 anos da cidade de Chapecó
Toda essa história surgiu antes daquele momento triste vivenciado em 2016: o acidente com o avião que levava o time do Chapecoense para um jogo na Colômbia. Fiquei tão chocada (acho que todo mundo ficou) que cheguei a refletir sobre ir ou não participar da Meia Maratona de Chapecó.

Ainda bem que não mudei de ideia. Foi uma experiência incrível, pela prova em si e pela satisfação de conhecer as pessoas da cidade. Todos muito simpáticos. No post específico sobre Chapecó, falo mais sobre isso...

Meia Maratona de Chapecó

A corrida contou com três distâncias na verdade: 

  • 5 km;
  • 10 km;
  • 21 km.  

Também havia uma caminhada de 3 km e a Maratoninha Kids com provas de 100 metros, 200 metros e 400 metros. Todas aconteceram no dia 9 de abril de 2017.

Retirada dos Kits para a Meia Maratona de Chapecó

A retirada dos kits aconteceu na véspera da prova, no dia 8 de abril. Foi na Concessionária Top Car das 14 h às 18h. 
Meia Maratona de Chapecó Entrega de Kits
Entrega de Kits da Meia Maratona de Chapecó
Achei um local bem inusitado para entrega de kits, mas foi tudo certo. Estava bem vazio quando fomos e tudo foi muito rápido.
Meia Maratona de Chapecó Entrega de Kits

Meia Maratona de Chapecó Entrega de Kits

O dia da Meia Maratona de Chapecó

A arena do evento foi montada na Av. Getúlio Dorneles Vargas, em frente à Igreja Matriz de Santo Antônio.
Meia Maratona de Chapecó
Um pouco antes de largarmos...
Havia banheiros químicos em número adequado (pelo menos, eu não vi filas), guarda volumes e um espaço vip. No palco, uma pessoa comandava o aquecimento e o alongamento dos participantes.

As largadas foram em momentos diferenciados. Primeiro, largaram os atletas dos 21 km e dos 10 km às 7h30. Só às 7h45 partiram os atletas da corrida de 5 km e da caminhada. Às 10h, aconteceu a largada do Maratoninha Kids.


Minha experiência na Meia Maratona de Chapecó

Confesso, sem drama, que estava meio receosa com essa prova. Estou vindo de um período de uma série de doenças seguidas, tanto comigo quanto em familiares (o que me desmotiva totalmente para correr. Sou dessas, desculpe...). 

Logo, não estava treinando do jeito necessário para participar de uma meia maratona, né? E quando a gente sabe que está no erro, a mente fica realmente prejudicada, he he he he...

A largada já começou em uma descida. Foi ótimo... E várias subidas foram aparecendo. Misteriosamente, fui vencendo cada uma delas sem caminhar. E quando percebi, já estava no km 5, com uma nova descida linda pela frente. 

O que percebi nessa prova foi justamente isto: não notei o tempo passar... Estava indo super bem.

A paisagem era basicamente urbana. O que achei perigoso foi entre os kms 5 e 9, pois estávamos em uma via bem movimentada. Apesar da presença da Guarda Municipal, alguns motoristas insistiam em passar em alta velocidade. Teve até um caminhão que fez uma mega ultrapassagem do meu lado. Claro que xinguei, mas ele nem se abalou... 

E teve também uma linda mulher que ligou o alerta e achou que, por causa disso, ela poderia dividir espaço com os corredores. Sim, ela estava andando dentro da área delimitada pelos cones para a corrida. Fizemos sinal e só aí ela saiu... Como assim, né?
Meia Maratona de Chapecó
Eram várias placas avisando isso, mas acho que a motorista não sabia ler...
Em relação à hidratação, eu não tive do que reclamar... Foram cinco postos de hidratação que serviam para os dois sentidos da corrida. Também havia um posto com isotônico por volta do km 8,5. No entanto, não gostei dele e só bebi um pouco na ida (odeio desperdiçar, mas achei, realmente, muito ruim).

Encontrei Marcelo e Otávio por volta do km 9,5. Eles já estavam voltando. Foi aí que vi que estava muito bem, pois eles são pessoas que estavam treinando. E se eu estava só um pouco atrás, sinal de que meu corpo estava respondendo satisfatoriamente. Isso me deu mais um gás na corrida.

Fiz o retorno e lá fui eu. Como na ida teve uma descida linda no km 5 (que foi até o 6), isso significava que teria uma subida feia nos kms 15 e 16. Brincadeira... Ela não era feia. No entanto, subi andando mesmo. Foi aí que a doida do carro (que falei em um trecho anterior) entrou... 

Passada a subida, voltei a correr. E assim fui até o km 19. Como entre esse km e o 20 havia hidratação, aproveitei para beber água e andar um pouco. Assim, buscaria forças para terminar os 21 km com uma subida. 
Meia Maratona de Chapecó
No km 19...
Meia Maratona de Chapecó
Por toda cidade, havia placas de agradecimento ao Atlético Nacional (tinha acontecido um jogo na cidade alguns dias antes).
Encontrei Otávio no km 19 e chegamos juntos em mais uma meia maratona.

Na arena, após a prova, havia frutas (banana, maçã e melancia), isotônico (que não peguei) e água. Claro que peguei as melancias, né? Eu adoro melancia após a corrida. 
Meia Maratona de Chapecó
Amooooo melancia...
Ficamos mais um tempo por lá, vendo a premiação dos vencedores e voltamos ao hotel. Afinal, antes de irmos embora, ainda teríamos dois passeios para fazer. 


Meia Maratona de Chapecó
Checando o trajeto e vendo que as subidas foram reais, ha ha ha...
Meia Maratona de Chapecó
Eu, Marcelo e Otávio com a Igreja Matriz e o Descobridor ao fundo...
E onde entra a gratidão? Gratidão por essa prova ter me possibilitado:
  • conhecer pessoas da cidade que foram super prestativas e simpáticas (no museu, no hotel e em outros passeios que fizemos);
  • perceber que, mesmo quando não estamos na nossa capacidade máxima, ainda é possível (tendo cuidado para não forçar e ultrapassar os limites, o que aí passa a ser prejudicial);
  • entender que, mesmo passando por momentos de muito drama, a vida continua e precisa ser vivida de uma forma mais leve.

Muito obrigada Meia Maratona de Chapecó. Com certeza, essa é uma prova que ficará guardada com muito carinho na minha memória. E a medalha também não será doada (como as outras).

Aproveitei que o blog Viajar correndo está participando do #VEDA (Video Everyday in April) e fiz um compacto com os momentos da Meia Maratona de Chapecó. Confira como foi essa experiência, agora de uma forma visual mesmo... 


Inscreva-se no Canal Viajar correndo para não perder as novidades...

Espero que você tenha gostado também!


E como falei da Meia de Pomerode no início do post, aproveite e confira como foi a 
Até amanhã

Um super beijo

Carolina

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

30 comentários:

  1. Achei muito legal seu relato sobre a corrida e o povo de Chapecó parecem ser incríveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Nathália! A cidade e seu povo são realmente muito especiais...
      Abraços,
      Carolina

      Excluir
  2. Parabéns pra cidade, muita história e tradição é sempre bom participar de eventos que enalteçam o local onde moramos! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Flávia! E essa corrida foi realmente uma boa oportunidade para enaltecer Chapecó mais um pouco. O próprio prefeito estava lá entregando os prêmios aos vencedores da prova!!! Muito legal!
      Abraços,
      Carolina

      Excluir
  3. Que bacana, Carol, é triste lembrar do acidente que vitimou a delegação da Chapecoense, porém, acho que a cidade de Chapecó está se recuperando do trauma. A corrida deve ter sido bem bacana, já estou aguardando o post sobre a cidade. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Francisco! Penso que se foi um baque para a gente, imagina para a população. Os jogadores estavam ali no dia a dia deles (todo mundo disse isso e nós ainda encontramos durante a nossa passagem por Chapecó com dois dos sobreviventes, para você ver que é bem comum cruzar com eles por lá).
      O post já está quase pronto! Domingo ele estará por aqui, he he he...
      Obrigada pelo comentários!
      Abraços,
      Carolina

      Excluir
  4. Massa Carol, mais uma corrida pra carreira né?! Mais um desafio vencido, mais um destino visitado e novas amizades para aquecer o coração. Isso é o que vale!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Fabíola!!! É isso que a gente leva da vida, né??? E eu me lembrei de você nesta viagem... Aguarde que, em breve, você vai saber o motivo, he he he he...
      Um super beijo e obrigada pela visita!!!
      Carolina

      Excluir
  5. Que legal seu blog Carolina. Também amo viajar e você achou um ótimo motivo para isto: correr! E acho muito bacana quando viajamos por nosso país, que tem tanto a oferecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Mila! A ideia é justamente unir viagem e corrida para conhecer o mundo da maneira que mais gostamos, he he he he...
      E super concordo com você: o Brasil é muito rico de experiências!!!
      Obrigada pela visita e pelo comentário!
      Abraços,
      Carolina

      Excluir
  6. Muito legal viajar e correr são duas coisas muito boas, parabéns pela corrida e que venha outras corridas e viagens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!!! Que continuem vindo mesmo muitas viagens para participar de corrida!!!!
      Um bom feriado!!! Feliz Páscoa!
      Abraços,
      Carolina

      Excluir
  7. Nossa, que legal.
    Gostei do seu relato. Cada vez que leio um texto seu me da uma vontade (passageira kkk) de começar a correr também. Obrigado por compartilhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Dih, então vou melhorar nos textos para que essa vontade não passe, ha ha ha ha...
      Obrigada pela visita e pelo comentário!
      Uma feliz Páscoa!
      Abraços,
      Carolina

      Excluir
  8. A meia ai parece mais ou menos bem organizada! O quesito "trânsito não totalmente interrompido" dá mesmo um pouco de medo. Prefiro, claro, quando eles fecham totalmente a pista para não colocar os corredores em risco. O quesito hidratação me pareceu ótimo!

    Parabéns por ter cruzado a linha de chegada! É sempre emocionante né? Para mim, cada meia tem uma história, uma energia, uma emoção, mas todas as vezes que conclui uma meia, chorei, porque acho que é muita superação! :)

    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Analuiza!!! Verdade, um trânsito aberto é mais um motivo para estresse. Eu corria muito atenta para os barulhos e isso faz com que você deixe de atentar para coisas mais interessantes, a meu ver, como as paisagens e os detalhes do caminho...
      Eu acho sempre emocionante cruzar a linha de chegada, não importa a distância. Vira e mexe choro também. Não sei o motivo de essa não ter tido drama, he he he he...
      Um super beijo...
      Carolina

      Excluir
  9. Achei incrível esse post! Muita história hein? Que massa! Parabéns para a cidade. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Ana Raquel!!!
      Parabéns para Chapecó!!!!!
      Obrigada pela visita e comentário.
      Abraços,
      Carolina

      Excluir
  10. Olá Carol.Deve ser muito bom participar de uma maratona.Conhecer pessoas,lugares...é uma experiência fantástica!
    Parabéns pela sua coragem!E como você disse...a vida continua e precisa ser vivida de uma forma leve.
    Perfeito!
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adri! Eu sou MUITO suspeita para falar, porque eu realmente AMO correr e sentir a vibração que uma prova proporciona!
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário!!!
      Um super beijo
      Carolina

      Excluir
  11. Ver o seu relato, a sua emoção e o seu olhar sobre esse evento em Chapecó foi simplesmente demais! Te agradeço por compartilhar!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Day! Muito obrigada! Eu fico realmente muito feliz quando tenho essas experiências na corrida.
      Um super beijo
      Carolina

      Excluir
  12. Chapecó está no coração de cada brasileiro. Adorei o relato sobre o evento. Quem sabe um dia não começo a correr também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Aline! Foi uma cidade que ganhou o carinho da maioria dos brasileiros...
      Acho excelente essa sua ideia de começar, he he he...
      Super beijo
      Carolina

      Excluir
  13. Que legal, Carolina! Que bom que apesar de não ter treinado muito, conseguiu realizar a prova com tranquilidade. Ótima semana. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Quel. Não gosto quando isso acontece, mas, infelizmente, não deu...
      Muito obrigada. Um excelente final de semana para você!
      Super beijo
      Carolina

      Excluir
  14. Carolina:
    Ótima semana e boas corridas pelo Br e mundo.
    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Sônia!!!! Um excelente final de semana para você!
      Super beijo
      Carolina

      Excluir
  15. Boa noite querida Carol!
    Colocando em dia os comentários antigos que não pude fazer na época...
    Tão bom ter energia para correr, andar ou praticar esportes!
    Deus seja a sua força!
    Bjm muito fraternal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roselia! Pois é, eu também estou toda atrasada nos comentários, mas em breve colocarei tudo em dia, he he he...
      Muito obrigada por sua visita e pelas palavras carinhosas.
      Um super beijo
      Carolina

      Excluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search