08 abril 2018

Casa da Erva Mate, uma das atrações do Roteiro Caminhos de Pedra, RS

Olááá! Tudo bem? Eu sou mega fã de mate. Quando vi que no Roteiro Caminhos de Pedra havia a Casa da Erva Mate, claro que tivemos que visitá-la. É isso que vamos acompanhar no post de hoje. Vamos lá?

A erva-mate

Sou apaixonada por mate. Não esse de chimarrão, verdinho... Eu gosto do mate tostado... Uma delícia. E ele é bem comum aqui no Rio de Janeiro.

No entanto, em outras regiões do país, a erva-mate é consumida de uma forma diferente. Na verdade, ela é consumida como chá mate (quente ou gelado), chimarrão ou tereré no Brasil, no Paraguai, na Argentina, no Uruguai, na Bolívia e no Chile.

Quem a utilizava na região sul do país? Os índios. Com a chegada dos imigrantes italianos, eles adquiriram o hábito de consumi-la também. Com isso, agregaram tecnologia ao seu plantio e secagem, o que possibilitou a produção em grande escala.

Casa da Erva Mate no Roteiro Caminhos de Pedra

O local que hoje abriga a Casa da Erva Mate era o antigo moinho Cecconello. Por isso, a roda d’água. 
Casa da Erva Mate Ferrari
Hoje quem administra o local é a Família Ferrari.
Casa da Erva Mate Ferrari
A visita começou conhecendo as plantações da erva-mate. Eu nunca nem tinha imaginado como seria (bióóóólogaaaa...).
Casa da Erva Mate Ferrari

Casa da Erva Mate Ferrari
Passamos para a etapa do forno, onde acontece o processo de secagem. 
Casa da Erva Mate Ferrari
A erva-mate é colocada em um tubo que vai girando e ela vai sendo guiada para cair do outro lado. É interessante ver...

Em seguida, foi mostrado o local onde a erva é armazenada para terminar o processo de secagem.
Casa da Erva Mate Ferrari
Para terminar, fomos para um local onde havia vários exemplares de socadores (de diversas épocas). 
Casa da Erva Mate Ferrari

Casa da Erva Mate Ferrari
É ali que a erva-mate será triturada.

Para ver os tipos de socadores do local, confira o vídeo...

Inscreva-se no Canal Viajar correndo para não perder as novidades...

Do outro lado da rua está a loja da família. Foi lá que compramos os ingressos para a visita. Lá também é possível experimentar o chimarrão. Mas, preferi deixar que outras pessoas tivessem a experiência, he he he...
Casa da Erva Mate Ferrari
Ainda é possível, na loja, comprar produtos ligados à erva-mate, artesanatos e alguns doces (estava com fome. Aproveite para comprar um).

Informações importantes sobre a Casa da Erva Mate
Horário de Funcionamento: Diariamente, das 9h às 18h
Taxa de Visitação: R$ 5,00 (em fevereiro de 2018)

Espero que tenha gostado. Como já disse, sou mega fã de mate. E você? O que prefere? Mate verde, mate tostado ou nenhum dos dois? He he he...
Casa da Erva Mate Ferrari

Até amanhã.

Um super beijo,

Carolina

Para conferir mais sobre o Roteiro Caminhos de Pedra, acesse o post:

Para mais posts do BEDA e do VEDA, confira:

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search