16 maio 2018

Meia do Porto, uma corrida que passa pela história do Rio de Janeiro

Olááá! Tudo bem? Domingo passado foi dia da Meia do Porto. Não a de Portugal, mas a que acontece no Porto Maravilha, aqui no Rio de Janeiro. Como a prova passou por muitos pontos interessantes do Rio, ela é uma excelente opção para quem gosta de viajar correndo. Então, não podia deixar de falar sobre essa corrida no Rio, né? Vamos lá?

Meia do Porto 2018

Essa foi a segunda edição da prova. Ano passado não participei porque estava viajando. Claro que fiquei com aquele gostinho de
“aaaah, queria”
Mas como ainda não dava para estar em dois lugares ao mesmo tempo, apenas amarguei a vontade de participar, he he he...

Em 2018, ela aconteceu no dia 13 de maio. Com largada às 7 horas na Praça Mauá, a Meia do Porto contou com distâncias de 5 km e 21 km.
Meia do Porto Rio de Janeiro
O percurso foi MUITO turístico. Já começando pela largada, né? Falarei sobre ele na parte “Meia do Porto na minha visão de participante”.

Enquanto isso, vamos à entrega de kits.

Entrega de kits da Meia do Porto

O kit para a Meia do Porto foi retirado na sexta-feira e no sábado que antecederam a corrida no Novotel Porto Atlântico.

Como fiz minha inscrição via APPAI, retirei na própria sede deles no sábado.

O kit foi composto por uma camiseta e uma sacolinha. Claro que também veio o chip descartável e o número de peito.

Eu não sou de guardar as camisas, mas essa é em um tecido tão gostoso que decidi ficar com ela.

Meia do Porto na minha visão de participante

A estrutura da corrida foi montada na Praça Mauá. Esse local tem uma grande importância para a cidade do Rio de Janeiro. Afinal, ela é o marco de início da Avenida Rio Branco e também do Porto do Rio de Janeiro.

Isso pode ser comprovado pela numeração dos armazéns, que se inicia na Praça Mauá e vai até a Rodoviária Novo Rio. 

Bem no centro da Praça Mauá, há uma estátua de Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá. Dá para ver que ele é o responsável por dar nome à Praça devido à sua grande importância para a economia do Brasil.
Meia do Porto Rio de Janeiro
RB1, estátua do Barão de Mauá e Edifício A Noite
No entorno da Praça Mauá, estão alguns pontos de interesse como:
  • Edifício Rio Branco 1, também conhecido como RB1 (na imagem acima, é o prédio da esquerda).
  • Edifício "A Noite", o primeiro a seguir o modelo de grandes cidades dos Estados Unidos, afastando-se dos modelos europeus. 
Meia do Porto Rio de Janeiro
  • Museu de Arte do Rio, o MAR.
Meia do Porto Rio de Janeiro
  • Museu do Amanhã.
Meia do Porto Rio de Janeiro
Para a largada da Meia do Porto, tivemos que seguir para a Avenida Venezuela.
Meia do Porto Rio de Janeiro
Fomos por essa avenida até chegarmos à Via Binário do Porto. Lá pudemos ver a Igreja de Nossa Senhora da Saúde e o AquaRio.

Essa igreja foi construída em 1742, em estilo Rococó. É tão importante que deu nome ao bairro da Saúde.
Meia do Porto Rio de Janeiro
Já o Aquário Marinho do Rio de Janeiro, ou AquaRio, foi inaugurado em 2016. A intenção era ajudar na revitalização do Porto do Rio de Janeiro.
Meia do Porto Rio de Janeiro
Continuamos pela Via Binário, passamos pela Cidade do Samba e alcançamos a Avenida Rodrigues Alves.

Depois de irmos até a Rodoviária Novo Rio, retornamos pela mesma avenida até chegamos ao Túnel Marcello Alencar.
Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro
Ali foram quase 3,4 km. O que mais me incomodou foi o calor. 
Meia do Porto Rio de Janeiro
O clima da corrida, como dá para ver na fotos, estava perfeito: sem sol e com brisa. No entanto, ali dentro, meu Deus!
Meia do Porto Rio de Janeiro
Esperava ansiosamente pela hora de ver a “luz no fim do túnel”. Quando isso aconteceu, foi um alívio...
Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro
Logo vimos o restaurante Ancoramar. Esse restaurante já foi chamado de Albamar. No entanto, sua função inicial não era ser restaurante. Esse espaço foi inaugurado em 1908 como o Mercado Municipal da Praça XV.
Meia do Porto Rio de Janeiro
Eram cinco construções iguais a essa. No entanto, para a construção da Perimetral, quatro deles foram demolidos, sobrando apenas esse para contar história. Uma pena!

Seguindo em direção ao Aterro do Flamengo, passamos em frente ao Museu Histórico Nacional. Como o nome já diz, ele é um museu voltado à História do Brasil. Lá são encontrados diversos materiais como manuscritos, mobiliário, iconografia, vestimentas, entre outros objetos históricos importantes. Em breve, um post aqui no blog sobre ele.
Meia do Porto Rio de Janeiro
E lá fomos nós pelo nosso velho e conhecido Aterro do Flamengo
Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro
Passamos pelo final da Avenida Rio Branco com o seu obelisco...
Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro
Momento gel, he he he
Vimos o Pão de Açúcar com o seu “íbis” incrustado na rocha... Aliás, se você ainda não conhece essa história, vou deixar o link no final deste post para você ler e dizer o que acha dessa lenda (ou não)...
Meia do Porto Rio de Janeiro
Viu o Ibis do Pão de Açúcar? 
Fizemos o retorno...
Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro
Passamos pelo Monumento aos Mortos da Segunda Guerra Mundial...
Meia do Porto Rio de Janeiro
E começamos o trajeto de volta. Novamente Museu Histórico Nacional, restaurante Ancoramar...
Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro
Contornamos a Praça Marechal Âncora e vimos uma linda paisagem da Baía de Guanabara.
Meia do Porto Rio de Janeiro
Visão da Baía de Guanabara com a Ilha Fiscal e a Ponte Rio-Niterói ao fundo
Seguimos em direção à Praça XV e passamos em frente a um prédio que acho lindo: o Palácio da Justiça.
Meia do Porto Rio de Janeiro
Quando ainda existia a Perimetral, eu adorava correr ali porque a gente passava coladinho a ele. Era lindo. 

O Palácio da Justiça foi construído para abrigar a Corte de Apelação. Atualmente, é o Centro Cultural do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro.

Chegamos à Praça XV e vimos o Chafariz do Mestre Valentim. Também conhecido como Chafariz da Pirâmide, sua função era abastecer as embarcações que ancoravam no Largo do Paço (atual Praça XV).
Meia do Porto Rio de Janeiro
Ele encontrava-se bem próximo ao mar. No entanto, devido aos aterros, hoje ele encontra-se bem afastado.

Encontramos, após o chafariz, um posto de hidratação. Foi excelente, pois pude dar uma parada e observar melhor o Convento do Carmo, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé e a Igreja da Ordem Terceira do Carmo (ou Igreja da Venerável e Arquiepiscopal Ordem Terceira de Nossa Senhora do Monte do Carmo. Pequeno o nome, heim?).
Meia do Porto Rio de Janeiro
Detalhe da torre da Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé 
Meia do Porto Rio de Janeiro
Convento do Carmo, Antiga Sé e Igreja da Ordem Terceira do Carmo

Essas igrejas foram extremamente importantes na História do Brasil, principalmente, a primeira. Ela foi a sede da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro até 1976. Por isso, é conhecida como a Antiga Sé.
Meia do Porto Rio de Janeiro
Seguindo pela Avenida Primeiro de Março, vimos mais prédios históricos... Inclusive, alguns que eu nunca tinha reparado devido à correria do dia a dia (como a Igreja da Irmandade da Santa Cruz dos Militares).

Passamos por diversos Centros Culturais, como o da Justiça Eleitoral, dos Correios e do Banco do Brasil.
Meia do Porto Rio de Janeiro
CCBB
A Candelária estava lá majestosa!!!
Meia do Porto Rio de Janeiro
E lá fomos nós correr no Túnel 450. Acredita que nunca tinha passado por ele nem de carro? Foi ótimo! Nada comparado ao calor do primeiro túnel da Meia do Porto.
Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro
E o Moinho Fluminense foi a nossa segunda “luz no fim do túnel”.
Meia do Porto Rio de Janeiro
Aí foi só passar pelo Porto Maravilha, entrar novamente na Avenida Venezuela e chegar...
Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro

Meia do Porto Rio de Janeiro
Quase lá...

Meia do Porto Rio de Janeiro
Chegamos!
Resumindo a Meia do Porto, eu achava que seria uma prova bem interessante pela distância. 

No entanto, ao correr, vi que ela foi bem mais do que isso. Foi uma oportunidade de (re)conhecer a minha cidade.
Ah Carolina, você não conhece o Rio?
Sim, conheço. No entanto, como disse anteriormente, nem sempre a correria da vida permite que tenhamos um olhar diferenciado sobre a cidade. E foi isso que a Meia do Porto me proporcionou.
Meia do Porto Rio de Janeiro
E você? Gostou da Meia do Porto? Quando você corre, costuma observar a história que está à sua volta ou só tem como meta a linha de chegada o mais rápido possível? Conta aqui nos comentários. Vou adorar continuar essa conversa.
Até domingo.

Um super beijo,

Carolina

Veio para o Rio correr e quer fazer passeios para conhecer a cidade? Então, confira:

Nesse post sobre o Rio, também tem o link para alguns dos locais que passamos na Meia do Porto como a Ilha Fiscal, o Monumento aos Mortos da Segunda Guerra Mundial e a lenda do Ibis do Pão de Açúcar (que citei aqui).


Sabia que viajar para correr tem suas particularidades? Quer saber mais? Acesse:

E sabia que documentos de viagem podem dizer muito sobre você? Que cuidados você toma? Nenhum? Então confira...:

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search