13 junho 2018

Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, conhecendo o simbolismo que ela oferece ao visitante

Olááá! Tudo bem? A Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro é um ponto turístico da cidade. Algumas pessoas pensam que só os católicos devem visitá-la. No entanto, o lugar deve ser sim visitado por não católicos, pois ele possui muitos elementos interessantes e muito simbolismo. Quer ver? Confira o post...

Um pouco sobre a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro

Até chegar à localização atual, a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro nunca teve sede própria.

Primeiro, instalou-se em uma igreja no Morro do Castelo. Em 1734, foi transferida para a igreja de Santa Cruz dos Militares. Três anos depois, foi para a igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos.

Com a chegada da Família Real, a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro passou para a igreja Nossa Senhora do Carmo.

Somente em 1964 é que a pedra fundamental para a atual Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro foi colocada.

Dessa forma, na Avenida Chile está localizada a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro.
Seguindo os preceitos do Brutalismo, a Catedral foi pensada por Edgar de Oliveira da Fonseca e decorada internamente pelo padre Paulo Lachen Maier.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
No lado exterior, há um campanário.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro

Com capacidade para 25000 pessoas (sendo 5000 sentadas), ela é pobre de símbolos visuais. No entanto, é extremamente rica de mensagens subliminares.

Essas mensagens já começam no seu formato: uma pirâmide que perdeu a ponta.

A Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro possui uma arquitetura que lembra escadas. São elas que guiam à elevação. No entanto, sabemos que não é muito fácil chegar lá. As escadas são justamente as dificuldades para se alcançar.

A cruz simétrica no teto representa a igualdade entre todas as pessoas.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Da cruz simétrica desce um rosário que culmina na cruz com Maria, Jesus e São João Evangelista. Abaixo da cruz há o mundo significando o mundo sob a proteção de Cristo.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
São quatro portas que dão acesso à Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro. Cada uma tem um significado.
  • Principal → significa a Fé. Porta de cobre com 48 quadros de bronze que representam a Igreja.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Detalhe de uma das portas
  • Lateral esquerda → significa a Esperança. Imagem de Jesus Cristo.
  • Lateral esquerda → significa a Caridade. Imagem de São Francisco de Assis.
  • Lateral esquerda → significa o Princípio e o Fim. O Alfa e o Ômega.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Porta com a imagem de São Francisco de Assis
O espaço amplo do interior da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro também tem significado. É para que a pessoa cresça e torne-se melhor do que é hoje.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
As poucas imagens dos santos mostram que ali não é um local de adoração, mas sim de reflexão.

Os braços de luz da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro

Podemos reparar que a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro possui quatro vitrais enormes. São os chamados braços de luz.

É claro que eles têm um significado. E que, se repararmos bem, há em todos um caminho sinuoso que leva a Deus.
  • Verde = Uma
  • Vermelho = Santa
  • Azul = Católica
  • Laranja = Apostólica

Por conta desses braços de luz, ao longo do dia, a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro adquire colorações diferentes.

Quando o Sol nasce, a igreja fica esverdeada. E ela vai adquirindo as colorações. Quando fomos, ela estava mais avermelhada.

Quem tiver disponibilidade para ir em diversos horários terá essa possibilidade de ver as diferentes cores.

Vamos ver cada um desses braços de luz...

Una

Os símbolos do braço Una são bem nítidos. Temos:
  • um pastor e seu rebanho;
  • uma doutrina (Bíblia);
  • um culto (cálice com hóstia);
  • um governo (Papa).

Santa

Representa todas as pessoas que querem crescer.

A bola amarela engloba as pessoas que rezam. 

Os obstáculos ao crescimento são representados pela coroa de espinhos e pelo fogo que queima.

Católica

É a religião divulgada no mundo inteiro através dos evangelistas. E eles estão representados nos vitrais através dos animais:
  • Águia = João (pois foi ele quem levou o Evangelho para mais longe);
  • Homem = Mateus;
  • Leão = Marcos;
  • Touro = Lucas.

O braço Católica também é conhecido como Universal. Afinal, ele engloba as quatro raças: Amarela, Branca, Negra e Vermelha.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
As quatro "raças" representadas

Apostólica

São Pedro tem a chave do céu. Ele foi o principal apóstolo e o primeiro Papa.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Para chegar a ser papa, é preciso ser padre e depois bispo. Tudo é mostrado no Apostólica.

No entanto, para alcançar esse título há muitas privações no caminho. Tudo representado pela espada, espinhos e pregos.

Legal todo esse simbolismo, né? Eu disse que a catedral era cheia de simbolismo.

Confesso que quando cheguei, olhei e pensei:
Hummm, que coisa simples para ser a catedral da cidade. 
Imaginava que, por ser a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, seria tudo luxuoso.

Continuando a visita...

O altar principal, além da cruz que já falamos, possui uma imagem de São Sebastião e de Santana.

Além do altar principal, a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro tem dois altares nas laterais. Eles foram criados para cerimônias menores.

Um é com a imagem de São José de uma menina. E o outro é com Maria e o menino Jesus.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Próximo aos altares há dois quadros.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Ao lado de um deles, há uma pia batismal. Ela é a única que possui água corrente. E vamos lembrar que a água é símbolo da pureza e da limpeza.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
É claro que essa pia também tem os seus símbolos. 

O Sol no centro representa Deus, fonte da vida. 

As árvores representam a continuação da vida (frutos).

O peixe é o alimento.

A pomba é o Espírito Santo.

Já a cruz com a serpente é o pecado e a salvação.

No lado direito da catedral, próximo ao altar secundário, está a entrada para a Capela do Santíssimo Sacramento. Como ela tem uma particularidade interessante, vou dedicar um tempo a ela...

Capela do Santíssimo Sacramento

Aqui o silêncio deve ser total e absoluto.

Ao entrar na capela e olhar para cima, o visitante tem uma sensação mágica. Na hora veio aquela música do Padre Marcelo:
“Não sei se a Igreja subiu ou se o céu desceu (...)”
Cara, parece que o teto baixou e a cruz aparenta estar MUITO mais próxima. Coisa de louco (ou truques de arquitetura).
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
A mensagem subliminar aqui é que a pessoa cresça e alcance a cruz.

Depois dessa experiência “transcendental”, o vistante pode descer ao subsolo. Lá está o Museu Arquidiocesano de Arte Sacra. Não falarei dele neste post, mas aguarde um específico no futuro.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
No subsolo também há a Capela Ossuária. Caso a pessoa queira guardar os ossos de algum ente querido, ela vai desembolsar de R$ 4500 a R$ 8000,00. Sendo que quanto mais próximo do altar central, mais caro fica.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Caso a pessoa queira guardar os ossos de algum ente querido, ela vai desembolsar de R$ 4500 a R$ 8000,00. Sendo que quanto mais próximo do altar central, mais caro fica.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Está lembrado que falei de quatro portas para acessar a catedral Metropolitana do Rio de Janeiro? Então, a quarta fica no subsolo.

O símbolo do Princípio e Fim é feito de pedras portuguesas. No entanto, havia um veículo impedindo de mostrá-la claramente.

E ali terminou a nossa visita à Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro.
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Imagem da Catedral refletida em uma das Torres Ventura

Informações importantes sobre a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro
Horário de Funcionamento: 5h às 17h.
Endereço: Av. Chile, 245.
Valor: Gratuito.

E aí? Você gostou da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro? Já conhecia todo esse simbolismo contido nela? Conta aqui nos comentários... Vou adorar saber...

Até quarta-feira.

Um super beijo,

Carolina

Veio para o Rio corer e quer fazer passeios para conhecer a cidade? Então, confira:

Quer mais uma sugestão de igreja que vale a pena conhecer? Acesse:

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Carolina Belo Sou Carolina Belo, Bióloga e Turismóloga. Busco sempre ser feliz e ver o lado positivo de tudo o que acontece na vida. Gosto de viajar e participar de corridas pelo mundo.

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos... Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search