01 dezembro 2020

O dobro ou nada de José Junior no Leia correndo de novembro

Olááá! Hoje temos O dobro ou nada: como dobrei a Maratona de Nova York, de José Junior, no Leia correndo. Então, sem muita perda de tempo, com você, Bruno de Souza e o dobro ou nada.
o dobro ou nada como dobrei a maratona de Nova York
“Correr uma maratona é um desafio e tanto. Imagine então correr uma maratona antes da maratona… Confuso? É isso mesmo o que você leu, ou seja, correr no total 84 km.
 
Neste livro, José Junior conta como conseguiu esse feito, o de dobrar a maratona de Nova Iorque em 2018 e, ao final desse livro, ensina você a dobrar as suas provas.

Instagram® conectando pessoas

Antes mesmo de eu abrir esse livro, já havia ficado impressionado com essa história toda, pois acompanhei tudo através do Instragram®. 

Curioso que só cheguei ao perfil do Junior @juniordoublemarathon por causa de uma corredora aqui de Curitiba, a rainha das canaletas, a ultramaratonista Carol @correcarolcorre . 

Para mim, Carol é a maior influenciadora das longas distâncias que eu conheço pessoalmente e não é a toa que ela é mencionada na introdução deste livro.

Dobrando a maratona

O livro é de leitura fácil. Eu mesmo li em apenas um dia. 

Nele, Júnior conta todos os detalhes de como dobrar uma maratona, desde a preparação de como planejou para correr pelas ruas antes da prova oficial, quais aplicativos utilizou e até os imprevistos durante o trajeto.

Legal que você se sente correndo com ele pelas ruas de NY. 

Outro destaque é que mesmo para quem corre há pouco tempo, não precisa se preocupar. No livro, ele explica alguns dos termos utilizados na corrida, como por exemplo, o "pace".

E se não bastasse dobrar uma Major, ele dobrou também a maratona de Chicago (tem toda essa história no livro) e no futuro pretende dobrar as outras Majors.

Livro O Milagre da manhã

A primeira vez que li sobre alguém dobrar uma maratona foi em 2017 no livro "O Milagre da Manhã" (que é um livro sobre desenvolvimento pessoal). 

Nele, Hal Erold conta como dobrou a Maratona de Atlanta.

Ele explica que é preciso 30 dias para se formar um novo hábito. Sendo assim, começou a correr em 30 dias e em seis meses se preparou para correr não somente uma maratona, mas logo de cara uma ultramaratona.

No dia da maratona de Atlanta assim como o Junior, ele correu a primeira maratona antes da prova oficial e levou cerca de 6 h para completar. 

Depois correu (ou caminhou) a maratona com os outros corredores e gastou cerca de 15 h para completar os 84 km. 

Conclusão de O dobro ou nada, como dobrei a Maratona de Nova York

Citei essa história acima do Hal Erold porque, apesar de ser semelhante a do Junior, creio que se preparar para uma ultramaratona em tão pouco tempo, não é o melhor exemplo a ser seguido.

Mesmo eu não sendo especialista, penso que é necessário mais tempo para ganhar mais experiência e realizar um feito desses.

Já no livro do Junior, por mais malucas que pareçam as suas histórias, lembra até as do Dean Karnazes (acredite nesse exato momento em que escrevo essa resenha, vi que o Junior correu uma maratona em um percurso de 150 metros).  

Aqui sim temos um corredor com bagagem, com várias maratonas e ultras nas pernas e, ouvir as histórias de um corredor experiente faz a toda diferença. 

E são as histórias como essa do Junior que precisamos para nos inspirarmos a criar os nossos próprios desafios."

Bruno de Souza

Informações importantes sobre o livro O dobro ou nada: como dobrei a Maratona de Nova York

O dobro ou nada: como dobrei a Maratona de Nova York

José Junior

1ª Edição – 2020

119 páginas.

E você? Ficou curioso com O dobro ou nada: como dobrei a Maratona de Nova York? Ficou com vontade de comprar o livro? Para comprar este e outros livros baratos e bons, clique na imagem abaixo:

Para mais resenhas de livros de corrida, confira o




Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter



Reserve nos parceiros do blog Viajar correndo:

Produtos com desconto


Sobre o Autor:
Bruno de Souza Olá, eu sou o Bruno, leitor assíduo e corredor desde 2015. Uni minhas duas paixões: a corrida e a leitura. Assim nasceu o “Leia Correndo”, Estarei aqui com você uma vez por mês trazendo a minha opinião sobre livros desse tema. 

Instagram: @correbrunao

Um comentário:

  1. Eu já me contento em dobrar uma meia maratona hahaha. Parabéns pela resenha, Bruno. O livro parede bem legal mesmo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Fique à vontade para dizer o que achou do post... Seus comentários são super bem-vindos...
Responderei o mais breve possível! Então, volte para ver sua resposta. Ou então, bem mais fácil: marque o "notifique-me" para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.
Um super beijo...

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search